Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

APAGANDO AS LUZES DE LULLA

Essa dos bajuladores da Petrobras, donos dos maiores salários do Brasil, foi o ponto final no script de idolatria ao chefe que lhes garantiu emprego, casa e comida o tempo todo, a qualquer preço. Mudaram o nome do ponto petrolífero de Campo Tupy para Campo Lula.

Com essa cabotinice de traços nazistas, além de arrepiarem a Constituição que não permite homenagens públicas pespegadas a políticos tão espertos quanto vivos, tentaram burlar uma vez mais a lei justificando o ato de servilismo canino como "uma celebração à fauna marítima". Conseguiram apenas consagrar Lula como um molusco. Para os aduladores de Lula na Petrobras, o Cara é o bicho.

A PROVA
Ao apagar das luzes, CNI/Sensus revela que o governo Lula conta com 87% de aprovação popular no Brasil. Não é nada, não é nada, isso quer dizer que mesmo uma instituição como essa que errou todas as previsões eleitorais de outubro antes da boca de urna, pode mostrar que a mesma maneira de fazer pesquisa de opinião repetida mil vezes, vira verdade. Göebells já sabia disso na Alemanha de Hitler.

PAIXÃO DIVINA
Lula é, mais que um caso de amor próprio, uma crise febril e permanente de irrefreável paixão divina. Lula se ama sobre todas as coisas e a si mesmo como se fosse Deus.

O REI ESTÁ NU
Cabotino, como sempre, Lula aproveitou a entrega de mais uma obra que mal começou na Bahia, para desancar a imprensa:

"Alguns companheiros dos meios de comunicação disseram há algumas semanas que não íamos conseguir fazer o contrato de 1 milhão de casas. Talvez alguns estivessem acostumados com governos que ficavam sentados com a bunda na cadeira e não chamavam seus companheiros para cobrar o que tinham que cobrar".

Assim mesmo, sem papas na língua e sem medo de ser feliz mostrando a bunda de um rei que está nu e finge que não sabe, Lula vai encerrando seus oito anos de gandaia pelo Brasil e pelo mundo afora. Fez 85 viagens internacionais. Ficou mais de um ano de mandato fora do Brasil. Com a média de uma viagem por mes ao exterior, Lula não parou com a bunda na cadeira. Em compensação, a sua poltrona no Aerolula vai ter que ser trocada para maior conforto das viagens de Dilma, a primeira-presidenta. Se é que ela não vai trocar de avião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário