Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Cuba corta pasta de dente, detergente e sabão da cesta básica. Hay que feder, pero sin perder la ternura jamás.

Da Folha de São Paulo, informando que depois do desodorante e do sabonete, só encontrados no câmbio negro, os cubanos também perdem o sabão, que quebrava um galho no banho:


A cesta básica, conhecida como "libreta", que os cubanos recebem desde os primeiros dias da Revolução Cubana de 1959, perderá amanhã três itens. A partir do primeiro dia de 2011, de acordo com resolução publicada no diário oficial, a população não terá mais sabão, pasta de dente e detergente gratuitos. Esses produtos serão vendidos exclusivamente em algumas lojas espalhadas pela ilha, por um preço que varia de 5 a 25 pesos (entre US$ 0,23 e US$ 1,13). O salário médio mensal dos cubanos é de cerca de US$ 20 (R$ 35). As baixas remunerações, ao lado dos cortes nos benefícios sociais, têm causado insatisfação em parte da população. O partido comunista já havia cortado batatas e cigarros da cesta básica, criada após a ascensão de Fidel Castro e o embargo econômico imposto pelos EUA. Raúl Castro, irmão de Fidel e seu substituto no poder, garantiu que os sistemas de saúde e de educação continuarão livres de tarifas, mas outros subsídios, a exemplo do sabão, da pasta e do detergente, serão cortados. O fim da "libreta" é parte de uma série de medidas anunciadas nos últimos meses pelos dirigentes de Havana, com objetivo de diminuir o tamanho do Estado. Elas incluem demissão de servidores públicos ao longo do ano de 2011 e o estímulo ao setor privado.
.................................................................................
Sabonete e desodorante, em Cuba, é só no câmbio negro, há muitos anos. O sabão quebrava um galho. Agora acabou. O ícone da Revolução Cubana, o argentino Ernesto Che Guevara, era conhecido como El Cochino ou O Porco. Destestava tomar banho e fedia como um suíno. Os bons tempos de Guevara estão de volta em Cuba. Pobre povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário