Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

sábado, 29 de janeiro de 2011

A DILMA CALOU O LULLA?

A Dilma não é nova porcaria nenhuma, é apenas o Nono Ano do governo Lulla, vamos dizer Ano 9 da Era Lulla. Para os puristas do credo lullista, como Dirceu, Gushiken, Genoíno, Delúbio, Mercadante e Palocci, é o Ano 9 Depois do Lulla. (O que aconteceu com a cara do Mercadante que inchou daquele jeito? Será ele o próximo hóspede do 8 Estrelas de Dubai, o hospital Sírio-Libanês ?
A Dilma nada tem de purista. A Dilma é apenas o Poste. Delúbio é um dos grandões, um founding father, como Dirceu era, é e sempre será. Dirceu ainda terá a cara estampada nas notas de Déreal, podes crer. O Poste c´est une parvenu, foi imposta pelo Lula goela abaixo do petismo militante, obediente e de olho no PMDB, que vive de olho nas migalhas do banquete.
Depois do Lulla? Depois, nada. Estamos em plena vigência do mesmo Cara de sempre, que sai da caverna com a máscara na cara e anel de caveira na mão direita, montado no Heroi e acompanhado pelo Capeto; o Fantasma é Imortal.
Jamais escaparemos.
Veja no mapa da América Latrina o país dos hermanos, a Argentina, tão bela e que já foi tão rica, acho que a 4ª economia do Mundo, destruída há mais de 60 anos pelo peronismo e
pelo fantasma do Perón.
Na Argentina, situação, oposição, direita, centro e esquerda são peronistas, um espelho do nosso futuro, quando teremos situação, oposição, direita, centro e esquerda paridos dentro do lullismo, disputando entre si não mais o controle da política e da sociedade, que possuirão de velho, mas fatias mais gordas do butim.
Este Reich lullista caminha para os 70 anos do PRI mexicano, 12 já estão no papo (pertinho dos 13 do Hitler), se tudo correr a contento para o Poste e sua saúde reconhecidamente frágil.
Na melhor das hipóteses, o Plano A - a cumpanherada tem como certos mais 8 anos do Cara daqui a pouco, somando 20. Como a oposição só se opõe a si mesma, eles nadam de braçada sem nada pela frente.
Na pior, o Plano B - criado e aprovado à sorrelfa, na maior correria. Alguns meses antes da eleição, quando a saúde do Poste era assunto de palanque e instrumento de caça aos votos, a cumpanherada agiu rápido e aprovou no Congresso uma coisa que não sei o nome, se Lei ou Emenda à Constituição, mudando a substituição do presidente no caso de sua morte ou impedimento permanente. Se a presidenta desabar em pleno mandato, quem assume não é a vice, a doce Marcela, que levaria o Temer de lambuja. Assume o presidente do STF, para convocar eleições em 90 dias.
Como o Poste teria cumprido um mandato de não sei quantos dias, ou semanas ou meses ou anos, chuta aí a quem a Lei garante o direito de se candidatar de novo, chuta, vai. Acertou em cheio, isso mesmo, ao Cara. Já tem até a musiquinha que ele vai cantar na campanha, a mesma do Getúlio, reencarnação do Getúlio, que ele afirma que é, "Bota o retrato do velho outra vez, bota no mesmo lugar..." (Eu sugeri "Lulla de novo nos braços do povo", mas ninguém me escuta).
Numa democracia, a oposição se opõe e fiscaliza o governo. Eu não vejo isso acontecer aqui; dá a impressão de que a oposição só está na oposição porque quis uma boca na situação
e não conseguiu. Está na oposição por puro despeito e não por escolha ou ideologia; dá a impressão de que na hora em que tiver uma chance, troca de barco. Dá uma olhada nas ações do Aecim, Anastasim e Kassab. Numa democracia, a oposição , ao se opor e fiscalizar o governo, procura votos para com eles deixar de ser oposição e virar situação. Esse é o jogo.
Aqui, há 44 milhões de votos procurando a oposição. São 44 milhões de habitantes do "país" alfabetizado, que trabalha, produz o PIB, gera riquezas, paga impostos.
São 44 milhões que não vivem de mesada da viúva, pagam a conta - e não penduram a conta. Cadê os caras que poderiam sonhar com esse caminhão de votos ? Estão concedendo "cem dias de trégua" a quem já teve 8 anos de mandato e só trouxe a maior corrupção nunca antes vista neste país.
Então, prego com fúria religiosa aos quatro tempos e ventos, "Cem dias de trégua uma pinoia. Sem dias de trégua, isso sim". Pau no Poste, enquanto houver democracia que o permita.
Há um movimento subreptício para atribuir sabedoria ao Poste pelo seu silêncio, ao mesmo tempo em que se confere a essa sabença o mérito pelo sumiço do Cara.
Marta, a craca Melhor do Mundo, não a Relaxa e Goza, pendurou a camisa dela no Poste e a foto saiu em todos o jornais. Nada mais Lulla do que o Poste.
VENCEU O 1º MENSALÃO (MÊS GRANDÃO) DA DILMA. ATÉ AGORA, NADA.


Publicado no Diário do Comércio em 27/01/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário