Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

sábado, 30 de abril de 2011

Vocês já viram o Greenpeace protestar contra os vinhedos do Rio Reno?


Os vinhedos do Rio Reno, na Alemanha, são plantados em encostas e não respeitam os 30 metros de matas ciliares. Estas são duas exigências absurdas que petistas, onguistas, ambientalistas, verdistas querem ver atendidas indistintamente, sem considerar o tamanho das propriedades, pelo novo Código Florestal, que será votado na próxima semana. Alguém já viu a WWF, o Greenpeace ou o SOS Florestas protestando às margens do Rio Reno? Por que será que esta gente não protesta lá, hein?

NOVO BORDÃO DE DOM LULLA I, O APEDEUTA

O execrável APEDEUTA lançou um novo bordão: “Nunca antes na história da humanidade” houve um governo como o Meu.


SEM DUVIDA O APEDEUTA ESTÁ CORRETISSIMO. MAIS LADRÃO, ENGANADOR E COM TANTOS INCOMPETENTES, TODOS SEDIADOS NA SEDE DO PT, NUNCA EXISTIU MESMO, EM LUGAR ALGUM.

MAS AINDA TEMOS MUITOS IGNORANTES EM NOSSO PAÍS QUE SE DESLUMBRAM COM O PARTIDÃO E SE OMITEM DE SABER DA VERDADE DA QUADRILHA. SE IGUALAM NA BURRICE A QUEM OS COMANDA.

NOVO CHEFE DA QUADRILHA

O deputado estadual Rui Falcão (SP) será o novo presidente nacional do PT. Assumirá no lugar de José Eduardo Dutra, às voltas com problemas de saúde. Fonte: Blog do Josias 

O PT escolheu um novo nome para chefiar a organização mafiosa. 

Rui Falcão esteve envolvido no esquema de dossiê falso contra a família de José Serra.  

Agora a quadrilha mafiosa está completa - Rui Falcão na presidência do PT, Delúbio Soares voltando a ser membro de carteirinha da quadrilha. José Dirceu a eminência parda e Luiz Inácio Lula da Silva o grande chefe e beneficiário maior da roubalheira.

Dilma Rousseff na presidência da república dá cobertura às ações da quadrilha, mantendo a Polícia Federal à distância

sexta-feira, 29 de abril de 2011

SILENCIANDO OS SINOS DE NOVA PETROPOLIS - ODINEI LUDKE

O sino parar? Diga me o porquê? Por que um cidadão sente-se incomodado com seu vizinho? Ele tem este direito com toda a certeza, mas questiono o portador do mesmo até onde vai o seu direito, creio que eu como também morador tenho o direito de ouvir o badalar dos sinos, onde está o meu direito? Ah, este direito de ouvir está como diria se judicialmente Direito ADQUIRIDO ao longo de 70 anos, foi este sino que soou quando meu pai fez sua confirmação, quando meus avós partiram para o descanso merecido, que anunciou a chegada de cada ano novo. Quem sabe foi este mesmo sino que soou ao final da grande guerra anunciando o reinar da paz. A sociedade como um todo deve ter direitos iguais, se eu resido num local onde meu vizinho e sua esposa vivem discutindo, quando não gritando com seus filhos, que faço eu? ou faria? Vou me mudar ora, tem mais locais a dispor. Ou se a criança do apartamento ao lado chora muito alto durante a noite e meu sono é frágil, será que devo pedir ou mover um processo pra restringir os pais em relação a ter filhos??? Afinal, isso me atrapalha. Este cidadão do bem, com certeza (suponho eu) deveria tentar entrar num meio termo, deixa o SINO EM PAZ E MUDA DE CASA, ORA ESSAS. Que Deus, ou melhor a justiça como um instrumento divino tome a decisão adequada, mas RESPEITANDO MEU DIREITO DE OUVIR AQUELE SINO.

O fracasso de Keynes




Rodrigo Constantino, para o Instituto Liberal

O editorial do The Wall Street Journal de hoje faz a pergunta do ano. Em uma tradução livre: “Imagine se o presidente Obama tivesse apresentado seu estímulo original em fevereiro de 2009 com a promessa de que, 26 meses depois, o PIB estaria crescendo 1,8% ao ano e a taxa de desemprego estaria em 8,8%. Alguém pensa que ele teria passado?”

Pois é. Mas, à época, os keynesianos fizeram verdadeiro alarde de que, caso seus planos mirabolantes de estímulos não fossem adiante, os Estados Unidos não retomariam o crescimento e o desemprego poderia chegar a 10%. Dois anos e trilhões de dólares depois, eis que a economia apresenta crescimento pífio e desemprego próximo de 9%, sem falar da inflação crescente.

Claro que os keynesianos jamais vão admitir que podem estar errados. Eles preferem apelar para o argumento contrafactual, de que tudo estaria muito pior sem tais estímulos. Fica mais complicado refutar o famoso “e se”, não é mesmo? Mas o fato é que muitos alertaram para a ineficácia destas medidas, e anteciparam exatamente este resultado, que agora espanta os keynesianos. Os mais fanáticos deles, como Paul Krugman, acham que o problema é a falta de estímulos. O Fed e Washington estariam tímidos demais. Talvez o modelo de Zimbábue seja o ideal deles. Para quem tem apenas um martelo, tudo se parece com um prego.

Os Estados Unidos correm o risco de experimentar novamente uma era de estagflação. O próprio editorial do WSJ apresenta uma alternativa, comparando as medidas atuais com aquelas da era Reagan: cortar impostos, reduzir custo e incerteza regulatória, deixar o livre mercado alocar o capital sem tanta influência política, e focar a política monetária na estabilidade de preços em vez de redução do desemprego.

Duro é acreditar que a dupla Bernanke e Obama seria capaz de ir por este caminho mais racional. A lamentável verdade é que, a despeito do fracasso das idéias de Keynes na prática, há uma incrível persistência de suas teorias no “mainstream”. Como mostra o excelente vídeo “
Luta do Século: Keynes vs Hayek Round Dois”, Keynes acaba sofrendo nocaute no ringue das idéias, mas o árbitro, mesmo assim, resolve dar a vitória intelectual a ele. Os jornalistas e aquilo que parece um grupo de banqueiros e políticos correm para congratulá-lo, enquanto Hayek recebe o cumprimento de acadêmicos. Keynes fracassou. Mas levou no tapetão!

Com um cenário desses, o dólar que se cuide, pois o ouro já passou de US$ 1.500 a onça...

Questão de honra

Olavo de Carvalho

O simbolismo aí embutido é auto-evidente: a juventude representa a inocência, o idealismo, a esperança, a visão rósea de um mundo melhor; a velhice personifica o realismo cínico, a acomodação ao mal, o apego tacanho a uma ordem social injusta e caquética.
No entanto, é claro que nada disso corresponde aos fatos. Vejam os comandantes da guerrilha. Carlos Marighela era jovem? Joaquim Câmara Ferreira era jovem? Jacob Gorender era jovem? E os soldadinhos das Forças Armadas que trocavam tiros com os terroristas nas ruas e nos campos eram anciãos? Como em todas as guerras, os comandantes dos dois lados eram homens velhos ou maduros, os combatentes em campo eram jovens. Sob esse aspecto, nada se inventou no mundo desde os tempos homéricos.
A deformação cronológica já basta para mostrar que a visão daqueles tempos disseminada por empresas de mídia, artistas, escritores, editores, jornalistas e professores é pura obra de propaganda. Propaganda tanto mais maliciosa e perversa quanto mais adornada do rótulo autolisonjeiro de "pesquisa histórica". Por mais documentos que se revirem, por mais entrevistas que se ouçam, não há pesquisa histórica quando as perguntas são sempre as mesmas e os aspectos antagônicos são sistematicamente evitados.
Desde logo, as guerrilhas são sempre mostradas como fruto de reação ao golpe de 1964. Isso é absolutamente falso. As guerrilhas começaram em 1962, em pleno regime democrático, orientadas e subsidiadas pela ditadura cubana e ajudadas pelo presidente da República, de modo a articular, segundo a estratégia comunista clássica, a "pressão de baixo" com a "pressão de cima", a agressão armada no subterrâneo da sociedade com a agitação política vinda das altas esferas do poder. Não foram concebidas para derrubar uma ditadura, mas destruir qualquer governo, democrático ou ditatorial, que se opusesse ao plano de Fidel Castro de instituir um regime comunista no continente.
Investiguem um a um os guerrilheiros, desde os líderes e planejadores até o último tarefeiro encarregado de vigiar os sequestrados. Não poucos dentre eles eram maoístas, discípulos de um monstro genocida, pedófilo e estuprador. E entre os demais não se encontrará um só que não fosse comunista, marxista-leninista, acima de tudo devoto da Revolução Cubana, que àquela altura já havia matado pelo menos 17 mil civis, quarenta vezes mais que o total de "vítimas", quase todas combatentes, que, num país de população bem maior que a de Cuba, o nosso regime militar viria a fazer ao longo de vinte anos.
Em plena contradição com o culto paralelo do "Che", as guerrilhas também surgem como um fenômeno isoladamente nacional, sem as conexões internacionais que a criaram, sustentaram e orientaram durante todo o tempo da sua existência.
Vasculhem novelas, reportagens, o diabo: raramente encontrarão referência à OLAS, a Organização Latino-Americana de Solidariedade, ancestral do Foro de São Paulo, criada nos anos 60 pela KGB e por Fidel Castro para disseminar na América Latina "um, dois, muitos Vietnãs", segundo a fórmula consagrada pelo teórico Régis Débray num livrinho idiota, A Revolução na Revolução, que os nossos guerrilheiros liam como se fosse a Bíblia.
Tudo, absolutamente tudo o que a guerrilha fez foi planejado, determinado e subsidiado desde a OLAS - o que é o mesmo que dizer: desde a Lubianka, a sede da KGB em Moscou --, o Brasil só entrando na história como o cenário inerme, um dos muitos, onde deveriam realizar-se os planos de ocupação continental concebidos pelos mentores do regime mais assassino e cruel que o mundo já conheceu.
Se a expressão "OLAS" prima pela ausência, mais inaudíveis, ilegíveis e invisíveis ainda são as iniciais K, G, B. Decorrido meio século dos acontecimentos, os esforçados "pesquisadores" da Globo, do SBT, da Folha e das universidades ainda não se lembraram de examinar os Arquivos de Moscou, onde centenas de autênticos pesquisadores, nos EUA e na Europa, têm certificado, acima de qualquer possibilidade de dúvida, a presença dominante do governo soviético na coordenação de todos os movimentos guerrilheiros no Terceiro Mundo.
O único que se interessou por esse material explosivo foi o repórter da Globo, William Waack, e só pesquisou ali acontecimentos dos anos 40, nada do tempo das guerrilhas. Mesmo assim, sua breve passagem pelos Arquivos de Moscou abriu uma ferida profunda no orgulho esquerdista, mostrando que Olga Benário Prestes não foi uma inocente militante perseguida pela ditadura getulista, e sim uma agente do serviço secreto militar soviético.
Um exemplo escandaloso do desinteresse em saber a verdade é o caso José Dirceu. O criador do Mensalão sempre se descreveu como um "ex" agente do serviço secreto militar cubano. Que história é essa de "ex"? Nenhum militar sai do serviço sem dar baixa oficialmente. Cadê o certificado de dispensa? Respeitosos, cabisbaixos, cientes de seus deveres de lealdade para com o segredo tenebroso das esquerdas, nossos repórteres sempre se abstiveram de fazer ao ex-deputado essa pergunta irrespondível. Resultado: com grande probabilidade, um agente estrangeiro, em pleno serviço ativo, presidiu um partido, brilhou na Câmara dos Deputados, berrou, denunciou, acusou e roubou o quanto quis.
As pessoas se escandalizam com o roubo, mas não com a intromissão cubana. Quando o dinheiro é mais prezado que a soberania nacional, é que todo mundo já jogou o país no lixo. A moral nacional hoje em dia resume-se no versinho humorístico que andou circulando pelo youtube: "Zé Dirceu, eu quero o meu."
Do desprezo geral pela busca da verdade resulta a ausência completa da ação soviética na imagem popular das décadas de 60-70. No entanto, em 1964, a KGB tinha na sua folha de pagamentos, entre milhares de profissionais de várias áreas, pelo menos uma centena de jornalistas brasileiros. Algum "pesquisador" tentou descobrir seus nomes, saber se ainda estão por aí, perguntar quanto embolsaram em dinheiro extorquido de uma população escrava? Nada. Silêncio total.
Com igual silêncio foi recebida minha sugestão de que algum dos (des)interessados entrevistasse Ladislav Bittman, o espião tcheco que confessou ter falsificado documentos para dar a impressão (até hoje aceita como pura verdade histórica) de que os EUA planejaram e comandaram o golpe de 1964.
Em compensação, a CIA é onipresente. No imaginário popular, funcionários dessa agência americana pululavam no Brasil, espionando, comprando consciências, tramando a morte de inocentes comunistas. É por isso que ninguém quer entrevistar Ladislav Bittman. O chefe da espionagem soviética no Brasil lhes contaria que na ocasião do golpe a KGB, o maior serviço secreto do mundo, não conseguiu localizar um só agente da CIA lotado no país, apenas um solitário homem do FBI, o único nome que sobrou para ser usado naqueles documentos forjados.
De um só lance, rolariam por terras bibliotecas inteiras de teoria esquerdista da conspiração, ração diária servida aos cérebros inermes de milhões de estudantes brasileiros. É vexame demais. Ocultar essa parte da história é uma questão de honra

ABIN - Agência Brasileira de Inteligência?

 

Voces sabem porque o símbolo da ABIN é um Gavião Carcará?
Segundo a agência, a ave foi escolhida por sua:
1- Astúcia.
2- Visão de longo alcance.
3- Controle de território.
Dá para acreditar nisso?
Esse povo da ABIN realmente é cômico!!!

ENGANO OU SABOTAGEM?

As rádios de todo o país transmitiram nesta sexta-feira (29) um pronunciamento antigo da presidente Dilma Rousseff, de 10 de fevereiro, sobre a volta às aulas, em vez de reproduzir a fala dela sobre o 1º de Maio, Dia do Trabalho.
A assessoria da Presidência informou que a troca ocorreu por um “erro técnico da Empresa Brasil de Comunicação (EBC)”, responsável pela transmissão em cadeia nacional do pronunciamento.
Nas TVs, foi veiculado o pronunciamento previsto, em que Dilma promete “jogar duro contra a inflação” e anuncia o programa “Brasil sem Miséria”. A fala de Dilma transmitida nas rádios nacionais foca em educação e no início do ano letivo.
“Brasil sem Miséria”?
Eles promovem a 8 anos a miseria e a enganção no país, seguida de uma roubalheira, nuncaantessss.... e dizem que nivelar a sociedade pelo que acham justo é acabar com a pobreza?
Esses marxistas quadrilheiros estão vindo a galope seguindo a cartilha da OLAS cubana para atrasar por decadas a prosperidade do nosso país em troca da realização do ideal de uma juventude que hoje envelhecida continua tão doente e doutrinada como nos anos 60/70.

LEIA E PENSE!

Este livro está promovendo a degradação moral dos alunos do Colégio Portinari. E o leitor, conhece algum outro caso semelhante? Clique na imagem e denuncie, para que possamos dar a conhecer a todos os pais preocupados com o futuro moral de seus filhos.
Não fui discutir na escola para não constranger minha filha perante os colegas e os
professores. Mas no texto a seguir mostro o que penso a respeito do livro escolhido para as crianças da 7° série que, em sua maioria, ainda têm 12 anos de idade.

F
oi assim que me escreveu um pai, indignado pelo que estão fazendo com sua filha e demais alunos no Colégio Portinari.
No texto que me enviou, explica alguns detalhes do livro “Depois daquela viagem”(de Valéria Piassa Polizzi, Ed. Ática), que supostamente serve de subsídio para aulas de “educação” sexual.
O livro faz apologia do palavrão, da promiscuidade sexual mais debandada, do vício solitário e do linguajar de baixíssimo calão.
Se isso já não bastasse, é de molde a tirar a fé dos alunos que a tenham. Peço licença para reproduzir o trecho abaixo:
- Você acredita em Deus? – era o Lucas me fazendo uma pergunta.
- Às vezes – respondi.
Ele fez uma cara de reprovação. Era uma daquelas pessoas que têm uma fé inabalável. Muitas vezes eu o invejava nisso. Continuei, irônica:
- Acho que Ele é um gordo, seminu, sentado lá em cima, com as pernas cruzadas, comendo pipoca, olhando aqui pra baixo e dando risada da cara da gente.
- Minha nossa!
- Tô só brincando – eu disse. Mas, na verdade, não estava. Muitas vezes acho isso mesmo. Noutras, nem sequer acredito que Ele existe. Acho que foi tudo uma invenção do homem devido à sua fraqueza e incapacidade de admitir que é o único responsável por sua própria vida. E o único a ocupar o espaço, muitas vezes vazio, de si mesmo.

Pois bem, esse pai que me escreveu pensou no início que era o único indignado. Alguns dias depois de me dar essa notícia, disse que a filha ficou sabendo que alguns pais de colegas estavam também descontentes. A filha, entretanto, com medo dos possíveis debiques, não quer falar muito com os colegas sobre o assunto. Mas tenho certeza de que há muitos outros contrários. E não só no Colégio Portinari!
Tenho recebido vários e-mails nesse mesmo sentido, e estou pedindo sugestões aos amigos sobre o que poderíamos fazer para reagir contra essa lama de imoralidade, que invade justamente os lugares de ensino. Pois o que está em jogo é o futuro próximo de nossos filhos e do Brasil!
E o leitor, o que pensa?

QUEM PRECISA DO PT!

No momento em que o PT está absolvendo um chefe de quadrilha, com direito a discursos emocionados e lacrimejantes, só podemos concluir que quem precisa do PT são, exclusivamente, os corruptos de plantão, como alguns senadores nomeados para o Conselho de Ética do Senado. O Brasil não precisa do PT. Então por que um partido que só tem 17% da Câmara dos Deputados e 18% do Senado, consegue eleger o presidente da República, nomear os principais ministros da nação, ocupar milhares de cargos de confiança, dominar as estatais e os fundos de pensão, enfim, aparelhar todo o estado brasileiro? Será que 83% da Câmara e 82% do Senado são socialistas, concordam com o MST invadindo terras, com ongs roubando desavergonhadamente em convênios, com os sindicatos levando centenas de milhões dos cofres públicos, mesmo que tenham direito ao famigerado imposto sindical? Hoje foi a gota d'água. Um quadrilheiro, um bandido, um safado, um vagabundo da pior qualidade é anistiado pela justiça petista, que está acima do STF que ainda não julgou a denúncia. Não chegou a hora dos demais partidos sentarem juntos e tirarem o PT do poder de uma vez por todas? Negociem. Conversem. Façam acordos. Podem até lotear o estado, porque pior do que com o PT mandando em tudo não vai ficar. Escolham uma chapa qualquer.  Por exemplo: um Michel Temer para presidente, um Eduardo Campos para vice, mas por favor: sem tucanos, sem perdedores de três eleições seguidas porque não souberam enfrentar o PT. Porque usam punhos de renda e luvas brancas para tentar enfrentar a lama petista. Tirem o tempo de TV do PT. O negócio é correr com esta "raça" do poder. Afogar este grupelho. Coloquem 25 minutos de TV contra 5 minutos deles para ver se adianta Lula, se adianta Dilma, se adianta máquina de governo. Mostrem a podridão desta gente. E vamos limpar este país. Hoje foi a gota d'água. Trazer o quadrilheiro, o bandido, o ladrão de volta para a política é insuportável. Fora, PT.

ATÉ O PRINCIPE ENXERGA, SÓ A NAÇÃO ESTÁ CEGA

PASTOR PETISTA BUSCANDO OVELHAS PARA O REBANHO

Em post abaixo, um petralha, funcionário público, deixou um comentário ofensivo ao blogueiro e a alguns comentaristas. Deleto dezenas de comentários assim por dia, mas, como este estava identificado, suponho que queira conversar com os demais comentaristas. Se algum de vocês quiser falar com ele, ou com os chefes dele, pode ir até este post. Lá chegando, entrem na área de comentários, indentifiquem o sujeito, cliquem sobre o nome dele e, depois, acessem o seu currículo Lattes. Lá está informado que ele é doutor em História. Pelo baixo nível, deve ser por alguma universidade de Cuba, daquelas que formam carniceiros e pretendem que sejam médicos. Ali estão todos os dados do Doutor Petralha. Bom divertimento.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

PROFISSÃO = VEREADOR/CARGO ELETIVO

NUMA CIDADE DO INTERIOR GAUCHO, OCORREU UM FATO PITORESCO E QUE PREOCUPA PELO PENSAMENTO EXPOSTO.
AO SER PERGUNTADO QUAL ERA A SUA PROFISSÃO, O VEREADOR RESPONDEU VEEMENTEMENTE:
"VEREADOR"
POIS É CARGO ELETIVO PARA ALGUNS É PROFISSÃO E PELO JEITO ENTROU ELEITO E PRETENDE SE APOSENTAR NA POLITICA.

"As Veias Abertas da América Latina = ENGODO DA ESQUERDA

"As Veias Abertas da América Latina é um livro errado desde as primeiras letras, uma coleção de lamúrias e desastres em busca de culpados. Pouco importa que os fatos desmintam sua tese. Para as esquerdas, mais importante é a moral da história. Na de Eduardo Galeano, o lobo, como sempre, come o cordeiro"

Evan Vucci/AP
Para Obama, com afeto
O ditador Hugo Chávez oferece um exemplar de As Veias Abertas ao presidente americano: as vendas do livro dispararam nos Estados Unidos



Alguns equívocos já nascem póstumos. Ficarão estampados nas mentalidades, a indicar o caminho mais fácil e errado para compreender problemas complexos. É o caso de As Veias Abertas da América Latina. O livro do uruguaio Eduardo Galeano (1940), publicado em 1971, é sucesso nos Estados Unidos desde que o ditador da Venezuela, Hugo Chávez, presenteou com um exemplar o presidente americano, Barack Obama. Os dois se encontraram na 5ª Cúpula das Américas, na semana retrasada, em Trinidad e Tobago. Pensadores dividem hoje a esquerda latino-americana em "vegetariana", a mais moderada, e "carnívora", a mais radical. Galeano é a esquerda herbívora.
As Veias Abertas é um livro errado desde as primeiras letras: "Há dois lados na divisão internacional do trabalho: um em que alguns países se especializam em ganhar, e outro em que se especializam em perder. Nossa comarca do mundo, que hoje chamamos América Latina, foi precoce: especializou-se em perder desde os remotos tempos em que os europeus do Renascimento se abalançaram pelo mar e fincaram os dentes em sua garganta".
Fotos dos chefes de estado presentes à cúpula evidenciam o erro: quase não há brancos – "europeus" – ali. Resultado certamente de muita dor e de muita luta, as Américas são governadas por mestiços. A mistura de europeus e índios foi "amaciada pelo óleo da mediação africana", como diria o brasileiro Gilberto Freyre em Casa-Grande & Senzala. Galeano, branco e de olhos azuis, só vê exploração, sangue e miséria.
O erro persegue todo o livro, na 46ª edição no Brasil (Paz e Terra; 365 páginas; 50,50 reais). Observem que a América Latina aparece sob o signo da derrota desde o alvorecer. Para o autor, os EUA são os continuadores da espoliação espanhola e portuguesa. E como ele estabelece o liame entre o mercantilismo, a expansão capitalista dos séculos XVIII e XIX e a potência imperial do século XX? Não estabelece! Devemos acreditar que alguns países nascem do lado errado da força. No trecho citado, Galeano fala em "divisão internacional do trabalho" no Renascimento! Até um marxista simpático às suas lamúrias deve se constranger com a bobagem.
Mas por que o livro ainda enfeitiça as esquerdas? Galeano, um jornalista com ambições literárias, conseguiu reunir uma formidável coleção de clichês da luta do opressor contra o oprimido – eu não inverti os termos, não. Um suposto paradoxo marca suas análises: se há países bons no lado mau da divisão internacional do trabalho – e também o contrário –, a história da América Latina é uma sucessão de confrontos entre homens bons invariavelmente derrotados, e vice-versa. A condição de vítima, na política, é um lugar disputado porque confere licença para uma luta que dispensa pruridos morais.
As Veias Abertas pretende fazer a síntese de quase 500 anos de "exploração" segundo a ótica do "explorado". O sangue latino-americano teria sustentado o fausto das metrópoles, trapacea-das, por sua vez, pelos ingleses, e continuaria, no mundo contemporâneo, a exportar os excedentes de capital para os países centrais. Leiam um trecho em que Galeano cita o economista brasileiro Celso Furtado:
"Celso Furtado adverte que os senhores feudais obtinham um excedente econômico da população por eles dominada e o utilizavam, de uma forma ou de outra, em suas próprias regiões, enquanto o objetivo principal dos espanhóis, que recebiam do rei minas, terras e indígenas na América, consistia em subtrair um excedente a fim de transferi-lo para a Europa (...) No fim das contas, em nosso tempo, a existência dos centros ricos do capitalismo não pode ser explicada sem a existência das periferias pobres e submetidas: umas e outras integram o mesmo sistema".
Não sei se notam a indiscreta simpatia pelo feudalismo... Karl Marx lhe daria umas boas chicotadas. Vejam como o mundo se torna fácil de explicar: os ricos existem porque existem os pobres, e a exploração destes faz aqueles. Era assim em 1500, era assim em 1971, é assim hoje – e Chávez pretende convencer Obama dessa verdade.
Falemos um pouco da mentalidade de uma época. A referência das esquerdas era o economista americano Paul Baran (1910-1964), um marxista para quem o subdesenvolvimento é um produto necessário do imperialismo, e a impossibilidade de o capitalismo se desenvolver nos países periféricos é um dado da equação, já que estão impedidos de ter mercado interno. Tornam-se variantes modernas das colônias de exploração do século XVI. Na sociologia e na política, um livro reflete esse espírito: O Colapso do Populismo no Brasil (1968), de Octávio Ianni, para quem a falência dos governos populistas, provada em 1964, demonstrava que o Brasil teria de escolher uma de duas opções: ou revolução ou subdesenvolvimento.
Os dois livros são quase contemporâneos de uma tese bastante conhecida, que sustenta o contrário: a possibilidade do desenvolvimento do capitalismo nas nações "dependentes". Seu autor? O sociólogo Fernando Henrique Cardoso, que escreveu, em parceria com o chileno Enzo Faletto, o livro Dependência e Desenvolvimento na América Latina. O Brasil nem acabou nem fez a revolução socialista. Adivinhem quem estava com a razão. O mercado interno foi a principal força de sustentação do regime militar e é, hoje, um dos esteios da economia em plena crise global. Bingo!
Não foi só o tempo que se encarregou de evidenciar o erro de Baran e seguidores. Livros como o de Galeano e o de Ianni já nasciam velhos. Qual é a bobagem fatal do autor de As Veias Abertas? A suposição, a partir já de eventos da colonização (e ele fala como um asteca ou um inca, não um Galeano de olhos azuis...), de que o atraso é sempre obra do estrangeiro explorador. O Brasil é um exemplo de que a tese é falsa. O país rompe o século XIX como a maior economia das Américas. Entre 1800 e 1900, seu PIB passa a ser um décimo do PIB dos EUA. Obra legítima dos nativos. Fizemos e fazemos o nosso próprio atraso.
O livro de Galeano é uma coleção de lamúrias e desastres em busca de culpados. Pouco importa que os fatos desmintam a sua tese. Para as esquerdas, mais importante é a moral da história. Na de Galeano, o lobo, como sempre, come o cordeiro. Alguns líderes latino-americanos, a exemplo de Chávez, pretendem se fingir de cordeiros para "fincar os dentes na garganta" dos adversários. Galeano é o delírio herbívoro da esquerda carnívora.

Roubou até a cena.

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares se emocionou, sem conter lágrimas, ao defender sua refiliação ao partido. Delúbio discursou por cerca de 10 minutos durante reunião da tendência CNB (Construindo um Novo Brasil). Segundo participantes, ele pediu, "humildemente", para ser reintegrado ao partido. Outros petistas também choraram, segundo participantes da reunião. Sem acordo com as demais tendências, o pedido de refiliação será levado a voto na reunião do Diretório Nacional.

Fiscal de trânsito é baleado ao tentar assaltar casa de brigadiano - CAXIAS DO SUL

Nei Cesar Inácio, 36 anos, fiscal de trânsito afastado, e Patrick dos Reis, 31 anos, foram presos em flagrante na madrugada desta quinta-feira (28).
Os dois foram detidos após tentarem roubar a residência de um soldado da Brigada Militar, no bairro São Leopoldo. O brigadiano reagiu e baleou um dos homens na garagem do prédio, e o outro a duas quadras do local.
Uma guarnição da Brigada Militar foi chamada para atender a ocorrência e prendeu os dois indivíduos. O SAMU foi chamado para socorrer os homens, que foram encaminhados para o Hospital Pompeia.
Em outra ocorrência, Ronaldo de Almeida, 25 anos, foi flagrado sem carteira de habilitação na noite desta quarta-feira. Ele estava na Avenida Brasil, no bairro Jardim Améica.
Durante uma atividade de rotina da Brigada Militar, o homem foi avistado e tentou fugir. Os policiais o perseguiram até o momento em que ele caiu com a motocicleta.
Após ser revistado, foram encontradas 4,8g de crack, além da falta de habilitação para dirigir a moto. O homem é conhecido pelos policiais pela autoria de diversos furtos a estabelecimentos comerciais.

BRASIL MARAVILHA DO PT

A falta de investimento no combate ao crime organizado pode colocar o Brasil no eixo de ações de grupos terroristas interessados em tirar proveito da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, advertiu o presidente eleito da Associação Nacional dos Procuradores da República, Alexandre Camanho de Assis, durante audiência na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) nesta quinta-feira (28).

A juíza federal Raquel Domingues do Amaral Corniglion, de Mato Grosso do Sul, reconheceu como real o perigo de terrorismo interno de organizações criminosas. A também juíza federal Lisa Taubemblatt, de Mato Grosso do Sul, denunciou a falta de recursos para operações da Polícia Federal na fronteira e pregou uma ação conjunta do Brasil com o Paraguai para combater o crime organizado

Nova Petrópolis está entre os melhores destinos turísticos do Brasil


A Aldeia do Parque é um dos principais atrativos da cidade| Créditos: Sabrina Schuster
Nova Petrópolis - O prefeito Luiz Irineu Schenkel, acompanhado do diretor de marketing público Marco Dieder, viaja amanhã, dia 29, para a cidade de São Paulo com o objetivo de receber um importante prêmio para o Jardim da Serra Gaúcha. Nova Petrópolis foi considerada pelo Instituto Brasileiro de Verificação de Gestão um dos 100 melhores municípios turísticos do Brasil. A solenidade acontece no Centro de Convenções do Hotel Massis Five Stars. Para eleger os melhores municípios turísticos o Instituto levou em conta não apenas a estrutura turística existente mas sim o seu potencial para ser um destaque ainda maior no futuro.  Além da entrega do prêmio o evento terá seminários sobre "Brasil em tempo de Copa e Olimpíada: A Questão da Hospitalidade" e 'Turismo Brasileiro: Avanços e Novas Perspectivas", quando especialistas do setor estarão ministrando.

MAIOR ONIBUS FABRICADO NO MUNDO É DE CAXIAS DO SUL/RS


Brasil sob PLC 122: uma previsão para fazer rir e chorar

Imaginemos agora o Brasil sob essa nova modalidade de "liberdade" de expressão: Rede Imbróglio Global de Televisão apresenta debate sobre Bíblia e homossexualidade - porque homossexualismo foi banido do vocabulário nacional, por ser considerado "preconceituoso".
Apresentador Tony Sabão: "Boa noite, senhoras e senhores. Temos aqui hoje no nosso debate dois pastores gays, que irão nos explicar o que Deus pensa sobre o amor entre iguais. Boa noite, Pr. Desmunhecanca. Boa noite, Pr. Trejeitoso". Pr. Desmunhecanca: "Boa noite! É um prazer voltar ao seu programa. Uau, amei! É sempre bom voltar aqui, pois temos sempre muitos frutos... e "frutas", claro, hahaha! Muita gente da audiência, sem conhecimento do assunto gay, nos procurou em nossas igrejas. Bombou! Um a-rra-so! Amém!"
Pr. Trejeitoso: "Boa noite, Toninhuu.... tudo bom contigo, linduu?"
Tony Sabão: "Minha primeira pergunta é: Por que Deus criou a homossexualidade?"
Pr. Desmunhecanca: "Essa é mais uma das várias formas de amor. Deus fez o mundo colorido. E assim interpretamos a simbologia do arco-íris. Nada daquele papo cafonééérrimo de dilúvio, promessa para Noé, e tal. Mas sim, as mil e uma formas de amor. GLBTZKXUY69K24Q11ABC, etc...".
Pr. Trejeitoso: "Isso! Deus disse que o homem deixaria seu pai e mãe e se tornaria uma só carne com o outro. Essa é a nossa interpretação oficial".
Tony Sabão: "E há alguma outra interpretação diferente?"
Pr. Trejeitoso: "Sim, tem, mas deixa pra lá! Já era... Hoje são novos tempos, e novos tempos, vocês sabem, requerem nova teologia. Podemos dizer que a teologia foi liberta de suas fobias e se tornou inclusiva e mais aberta, mais relacional, se é que você me entende, amore..."
Tony Sabão: "Bacana! Nossa drag-repórter Espalhafatona está, conforme estipula a legislação, dentro de um templo para entrevistar um pastor linha-dura de uma igreja de extrema-direita hidrófoba-fundamentalista-raivosa, para saber a opinião dele sobre o motivo por que Deus criou a homossexualidade".
Repórter Espalhafatona: "Pr. João, pode nos dar sua opinião?"
O pastor cochicha ao ouvido da repórter.
Tony Sabão: "Que cara de nojo é essa, Espalhafatona? O que foi que o pastor disse?"
Espalhafatona: "Tony, a legislação realmente permite a opinião - arghh! - dele aqui dentro do templo, mas como estamos ao vivo e no microfone, ele não tem proteção. Ele me confidenciou sua visão. Horrorosa! Credo! Só posso te contar ao ouvido, bem discretamente, quando chegar à emissora".
Tony Sabão: "Obrigado, Pr. João, por sua participação, e deixamos claro que nossa emissora, conforme a legislação, sempre lhe dará liberdade de cochichar ao ouvido de nossos jornalistas suas posições dentro de seu templo. Longe de nós censurar o debate plural e livre! Boa noite!"
Pr. Trejeitoso: "Só para finalizar, Toninhu lindu, quero informar para sua galera televisiva que nossa igreja agora conta com uma moderna e equipada sauna, com atendimento ultra-personalizado! Beijinhusss!"
Tony Sabão: "Conforme a lei vigente e para ajudar o governo no combate à 'homofobia', estamos, Pr. Desmunhecanca e Pr. Trejeitoso, transmitindo sua mensagem pela TV, rádio e internet, garantindo que o público seja impactado de forma positiva por suas palavras que representam o verdadeiro evangelho da inclusão. Esperamos que seu evangelho liberte muitos da 'homofobia'. Boa noite a todos, em nome da Rede Imbróglio Global de Televisão, a rede da diversidade da família brasileira!"
Outro cenário do Brasil sob o PLC 122:
Professora na sala de aula: "Crianças, acabamos de assistir ao vídeo oficial do MEC de um lindo casal de meninos se beijando. Quantos aqui são a favor da homossexualidade?" Todas as crianças levantam a mão - menos um menininho.
Imediatamente, a professora o encaminha à psicóloga de diversidade sexual da escola. Em seguida, seus pais são convocados para se apurar o motivo por que o garotinho não levantou a mão. Os pais dizem que só podem dizer o motivo dentro do templo de uma igreja. A diretora grita: "Olha, esta escola por acaso tem cara de igreja? Na igreja, vocês façam o que quiserem. Mas aqui é escola! Aqui fazemos o que o governo manda! Ou vocês decidem corrigir agora mesmo essa situação ou o garoto vai ter de passar por um programa de reeducação. O Conselho Tutelar já foi acionado para investigar o comportamento estranho do menino, e a forma como vocês o educam. Decidam agora o destino de vocês!"
Brasil hoje, antes da aprovação do PLC 122:
Antes que mais tarde decidam a sua vida e a vida de seus filhos, decida hoje:

PLC 122 não! Não à propaganda anti-"homofobia" que é fachada para perseguição religiosa! Abaixo à ditadura gay!

Lula inaugurando o túnel que caiu.

Este vídeo foi feito na inauguração do Túnel Cuncas I, que une a Paraíba ao Ceará, que acaba de desabar porque Lula pediu para acelerar a obra, para que ele pudesse inaugurar. O vídeo é a cara daquele Brasil que deve estar achando que o túnel caiu porque o bispo rogou praga e porque José Serra ficou agourando. Assistam e escutem o áudio com atenção.

O SILENCIAMENTO DOS SINOS DE NOVA PETROPOLIS





COM  TANTOS COMENTARIOS E MATERIAS JORNALISTICAS SOBRE O SILENCIO E A INDENIZAÇÃO SOLICITADA POR UM CIDADÃO QUE POUCO FICA EM NOSSA CIDADE, VENHO AGORA EXPOR OUTRA HIPOTESE QUE POUCO SE CONHECE PELA TERRA BRASILIS E QUE NEM SE IMAGINA QUE POSSA EXISTIR, MAS QUE ATUA FORTEMENTE NO MUNDO TODO E O BRASIL NÃO ESTÁ FORA DESSE CENARIO.
ESTA ATITUDE DE SILENCIAMENTO DO NOSSO SINO TEM MUITA AFINIDADE COM AS AFRONTAS AOS CRISTÃOS QUE VEM OCORRENDO NO MUNDO TODO.
A PERSEGUIÇÃO AOS CRISTÃOS E AFRONTAS DE TODO GENERO É UMA MEDIDA TIPICA DE PESSOA LIGADA A ESQUERDA MARXISTA E QUE DEVE ACHAR LINDO O GOVERNO PETISTA, MOVIMENTO GAY, PL 122, PNDH 3 E TUDO QUE SE REFERE A SOBREPOSIÇÃO DAS TRADIÇÕES E CULTURA MILENAR CRISTÃ.
COBRAR INDENIZAÇÃO DE UMA INSTITUIÇÃO RELIGIOSA SÓ PODE SER COISA DE ATEU QUE NÃO RESPEITA A CULTURA RELIOSA CRISTÃ QUE A SECULOS TEM O RESPEITO INCLUSIVE DE OUTRAS CORRENTES RELIGIOSAS, MAS QUE ULTIMAMENTE VEM SENDO AFRONTADA POR MEDIDAS DESRESPEITOSAS, BEIRANDO IGNORANCIA E CONTAMINADO PELO SENTIMENTO DE CIDADANIA PETISTA QUE INFLOU CERTAS PESSOAS DE DIREITOS CONTRA TUDO E TODOS.
ASSIM COMO OS CIDADÃOS QUE ACHAM QUE PODEM AFRONTAR A CULTURA E AS TRADIÇÕES AFRONTA, TAMBEM TEMOS O DIREITO DE DEFENDER E QUESTIONAR ESSE TIPO DE ATITUDE AINDA SINISTRA E NEBULOSA QUE SE INSTALA EM NOSSA CIDADE MAS QUE EM NOSSO PAÍS JÁ FIGURA COM FORÇA.

O SINO DA NOSSA IGREJA

         Estou ABISMADA e profundamente INDIGNADA.

         Não posso acreditar nas notícias que tenho ouvido na cidade e no que li na reportagem do JORNAL PIONEIRO de hoje, 20/04/2011.
         Fazer boletim de ocorrência na Delegacia de Policia e entrar com uma ação de indenização na Justiça contra os toques do sino e do relógio da Igreja Evangélica  Trindade da IECLB - Centro - de nossa cidade é simplesmente RIDÍCULO.
         Como um cidadão que está morando aqui a APENAS SEIS MESES e que aqui fica  APENAS TRÊS DIAS DA SEMANA, tem a coragem de tomar essas atitudes, esquecendo, ou ignorando, que Nova Petrópolis quer conservar vivas sua cultura germânica, sua religiosidade e suas tradições, originárias de um povo humilde que muito lutou e trabalhou neste pedaço da mata para construir beleza e prosperidade?
          Descendente de avós imigrantes italianos e casada com um descendente de imigrantes alemães não consigo ficar quieta diante de tamanho absurdo.
         Na minha cidade natal, Caxias do Sul, os sinos das igrejas continuam tocando, ou será que esse senhor pensa que em cidades maiores isso não acontece. Os sinos continuam tocando em Porto Alegre, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Frankfurt, em Roma, em Paris, etc...etc...etc... Como seria Roma sem os sinos de suas dezenas de igrejas? E Paris...
         Em agosto passado conheci dezenas de cidades alemãs. Em todas elas os sinos das igrejas e os relógios nas torres da “alt stadt” tocam as 24 horas do dia. Um pequeno exemplo: na cidade de Speyer, na beira do rio Reno há um grande DOM, sede do bispado católico da região. O sino dessa catedral, muito, mas muito maior que o nosso e, portanto muito mais barulhento, toca a noite toda. Sei disso porque meu hotel ficava a menos de 100m. e meu quarto, de frente para o sino. Posso dizer que esse sino, sim, sacode todo o hotel e arredores. Dormi cinco noites ao som do sino gigante e respeito seu simbolismo cultural e religioso.
         Morei durante 5 anos a cem metros da nossa igreja, com filhos pequenos e nessa casa, de construção tipo chalé, nunca senti tremores ou deixei de conversar com os filhos por culpa do sino e do relógio.
         Enfim, essas alegações ridículas me permitem deduzir que há outras pessoas e/ou outros interesses atrás dos fatos. Isto realmente não pode ser mais importante que a nossa história, a nossa cultura e a nossa religiosidade.
         Por que não se preocupar com problemas realmente graves do nosso centro?
         Há tantos....
         Peço aos meus ex-colegas de magistério do município, que continuam “na ativa” e aos que ainda trabalham e muito, pela cultura e pelo turismo do município que se mobilizem também contra essa BARBARIDADE.
         Do alto dos meus “bem vividos 63 anos” tomo a liberdade de sugerir ao pequeno grupo de pessoas participantes do abaixo assinado que reclamam do  barulho e ao cidadão que quer uma indenização: procurem uma moradia bem no meio do mato, longe de coisas e pessoas que por ventura possam incomodá-los. Porém lembrem que terão que aguentar as corujas chorosas piando, os quero-queros sentinelas, os  bugios urrando  por suas fêmeas - a noite toda - e os sabiás cantando antes do amanhecer.
         Respeitem nossas origens e nossa história.. Já foram destruídas algumas referencias importantes de nosso município. Não contribuam para acabar com outras.
        
 Mary Beatriz G Haas

ENGANAÇÃO PETISTA, PREJUIZO DA SOCIEDADE

Enquanto Lula implica com os diplomas de Fernando Henrique – na sua já tradicional elegia da ignorância, que faz tanto sucesso – a inflação ruge.
Tem sido assim nos últimos oito anos. Graças à “herança maldita” do antecessor, o PT enche a barriga de votos e depois vai a público cuspir no prato.

É o crime perfeito.


Ou quase. Para a perfeição, faltaria um pouco de carinho com a galinha dos ovos de ouro (a estabilidade monetária). Deixar o Banco Central governar – a contragosto – enquanto rola a grande farra populista com o dinheiro público é uma opção esperta, mas arriscada.

A DisneyLula será infinita enquanto durar. Mas os especialistas em matéria fiscal já cansaram de alertar: vai dar m…

E eis que a inflação de abril vem avisar que a brincadeira começa a perder a graça. Em 12 meses, 6,3% – roçando o teto da meta. As previsões para 2011 já indicam que no fim do ano esse teto será uma espécie de camada de ozônio dos preços – devidamente perfurado.

Mas o governo do PT nada teme.



O primeiro teto rachado foi o do próprio Banco Central, finalmente vencido pela infiltração casuística do lulismo. Zelando por sua imagem santificada, o filho do Brasil impediu no grito a alta dos juros no final de seu governo.

E o que fez Dilma?

Continuando a obra do padrinho, prosseguiu com o adestramento do BC, que passou a emitir mensagens psicodélicas de fé no desenvolvimentismo e outros sinais exóticos de despreocupação monetária.

O mercado entendeu da única forma que podia entender: liberou geral.

Se Deus não existe (e a polícia está dormindo), tudo é permitido. E o ministro do Desenvolvimento já perfumou as mãos sujas do governo, dizendo que a inflação brasileira é um problema da conjuntura internacional.

Se a inflação sair do controle, como está prometendo, a gastança estatal promovida pelos governos do PT será inocente. A culpa terá sido de Fernando Henrique, aquele que não gosta do povão.

Resta saber se o eleitor continuará hipnotizado pela fábula do governo bonzinho no dia em que o PT conseguir, finalmente, bagunçar a economia brasileira.

MENTIRAS PETISTAS

É comum os leitores – até os que compartilham de opiniões semelhantes as nossas – dizerem que “pegamos no pé” dos petistas gratuitamente. A parte do “pegar no pé” é correta, agora, não é uma implicância gratuita. Os discursos e ações do Partido dos Trabalhadores mostraram que eles agem com método.
Diariamente ouvimos versões e mais versões fantasiosas sobre o que acontece no país. A tática é simples, mentir, mentir muito, ininterruptamente, “diuturnamente e até noturnamente” como diria a ‘presidenta’, de modo a impedir uma apuração clara sobre os fatos. Eles buscam confundir, soterrar a população de promessas, falácias, para, enfim, manter-se no poder. Parece exagero o que digo?
Ontem o Gravz, ao comentar uma notícia da estatal EBC sobre a dívida externa brasileira, afirmou que Lula e Dilma MENTIRAM ao dizer que essa dívida foi paga. Ele tem razão, os dois MENTIRAM com relação a essa informação. O Brasil quitou a dívida com o FMI, o que não quer dizer que tenha quitado TODA A dívida externa.
Pois bem, o leitor Gabriel  de Fortaleza-CE afirma que os dois nunca mentiram e que SEMPRE falaram que a dívida paga era a do FMI. Ele tem todo o direito de contradizer o texto, o problema é que dificilmente alguém vai atrás do fato e apresenta provas disso. No fim tudo vira mais uma versão.

O FATO REGISTRADO
No dia 6 de setembro de 2009, o então presidente Lula foi à TV entoar loas ao seu governo. Pra não variar, despejou um monte de informações erradas e pouca gente na imprensa contestou. Uma dessas informações foi a de que o Brasil teria quitado a dívida externa.  Já na campanha de 2010, depois de difundir largamente a informação errada, e confundir boa parte do colunismo político, o PT veiculou novos materiais dizendo que a dívida paga era a do FMI. Mas aí a história já havia sido propagada e a confusão estabelecida.
Abaixo reproduzimos um trecho do pronunciamento de 6 de setembro de 2009. Como é um pronunciamento oficial, deduz-se que este foi revisado e corrigido antes de ser veiculado. Logo, é uma mentira proposital.


A MENTIRA COMO MÉTODO
A falácia petista não é novidade, o problema é que ela foi assimilada e passou a ser encarada como algo natural do jogo político. Na prática, àqueles que deveriam agir de modo a preservar a integridade das informações passam a ser agente de legitimação de um estelionato.
Nesta madrugada (27), ao comentar a mudança de discurso com relação às privatizações dos aeroportos, o repórter e comentarista político do Jornal da Globo, Heraldo Pereira emitiu a seguinte opinião: “A realidade da prática de governar é assim mesmo. Os discursos ideológicos acabam sendo deixados de lado”.
Quando um jornalista abdica de sua função de apurar – e, pasmem (!), até contradizer -, e passa a admitir o engodo como prática comum, é sinal que as coisas já tomaram um rumo perigoso.
Abaixo publicamos mais um vídeo, gravado em setembro de 2010 durante a 8ª Agrocana em Sertãozinho (SP). Desta vez Lula discorre sobre as maravilhas da indústria brasileira do álcool combustível. Notem que nesse caso ele TAMBÉM LÊ UM TEXTO previamente preparado para a ocasião. O texto é primário, em determinado momento diz que “a indústria brasileira do álcool combustível é a mais eficiente, e a mais competitiva de todo o planeta Terra”. Hein?! O que mudou nos últimos 7 meses para o Brasil recorrer à importação de álcool para suprir a demanda nacional?



A lista é longa, e nosso trabalho está só começando. Já que a lógica foi subvertida, e parece tão difícil assimilar a maioria dos fatos, tentaremos ilustrá-los. Quem sabe desenhado a patrulha entende

IDEOLOGIA

O PT tinha dinheiro em caixa para comprar os pobres com a bolsa família, mas não tem recursos para comprar a classe média, o novo foco dos partidos políticos. O avião sempre foi o símbolo usado pelo PT para mostrar que o país tinha mudado, já que o povo agora podia viajar como o rico. Dora Kramer faz esta análise com precisão, em sua coluna de hoje, no Estadão:

"E por que o projeto(privatizações dos aeroportos) anda agora, depois de oito anos no aguardo de uma decisão? Porque é chegada a hora de conquistar eleitoralmente a classe média, público alvo da privatização com vistas à melhoria dos serviços no setor aéreo."

Pragmático, o PT pedala e anda para o que disse ontem e está privatizando os aeroportos.E não adianta a tucanada ficar gritando, pois não soube defender as privatizações. O único princípio que vale para o PT é permanecer no poder. Por isso, deu vontade de rir quando os ministros do STF, no julgamento de ontem sobre os suplentes, constataram que os partidos políticos não têm mais ideologia. O PT tem: ganhar a próxima eleição. Por isso, tem ganhado e, com a ajuda de Geraldo Alckmin - aquele do jaleco das estatais - vai ganhar a Prefeitura de São Paulo e, em seguida, o governo paulista.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Honoris Mentira Causa

Começa sexta (29) o tradicional Festival da Mentira em Nova Bréscia (RS), com mentirosos de todo o País contando lorotas. Doutor honoris causa, Lula está convidado a fazer palestra. Afinal, ele é hors concours

TÁ PODEROSA ESSA RAINHA MUDA, QUE QDO FALA SÓ DIZ BOBAGEM!

Parece piada. Pelo segundo dia consecutivo, a presidente Dilma Rousseff decidiu despachar no Palácio do Alvorada, residência oficial. Desde segunda-feira, um grupo de manifestantes protesta com forte barulho de buzinas em frente ao Palácio do Planalto. A manifestação é promovida pela Anece (Associação dos ex-Soldados Especializados da Aeronáutica) . Pouco mais de meia dúzia de  militares exigem a reincorporação dos concursados demitidos da Aeronáutica. Dilma, a presidente irritadiça, não quer saber de barulho e resolveu adotar o home office presidencial.

NOVO ADMINISTRADOR NO HNP

NOVIDADES NO HOSPITAL NOVA PETROPOLIS SEMPRE SÃO BEM VINDAS PARA A SOCIEDADE LOCAL E DE IMEDIATO PODEMOS OBSERVAR UM DISCURSO MUITO DIFERENTE DO ANTIGO ADMINISTRADOR QUE PRESTA AVISO PREVIO.
ENQUANTO PARA MARCIO SCHUMANN DOS SANTOS O SUS ERA NOME E SOBRENOME PARA A CRISE DO HOSPITAL, SEM DIVULGAR OS PROCESSOS TRABALHISTAS E IRREGULARIDADES QUE NÃO DEU SOLUÇÃO, O NOVO ADMINISTRADOR IRÁ ASSUMIR COM UM DISCURSO DE PARCERIA COM O PODER PUBLICO E VISANDO O SUS, ASSIM COMO É SABIDO, TEMOS UM HOSPITAL NO ESTADO EXCLUSIVAMENTE SUS QUE DÁ ATENDIMENTO E VIVE MUITO BEM, OBRIGADO, COM AS VERBAS DO SUS QUE O ANTIGO ADMINISTRADOR SEMPRE AFIRMOU SEREM INSUFICIENTES.
PARCERIA COM O PODER PUBLICO E DIPLOMACIA NESTE MOMENTO QUE SABEMOS NÃO É NADA FAVORAVEL AS FINANÇAS DA ENTIDADE PODE SER O PRIMEIRO REMEDIO PARA AMENIAZAR E BUSCAR O RUMO ADEQUADO PARA O HOSPITAL.
 

Martin Wissmann é fisioterapeuta e já ocupou o cargo de secretário da Saúde do município | Créditos: Jéssica Loesch
Nova Petrópolis – Foi confirmado na tarde de hoje o convite recebido por Martin Wissmann para assumir o cargo de diretor administrativo do Hospital Nova Petrópolis. Ele afirma que aceitou o novo desafio e as negociações estão bem adiantadas. Wissmann conta que já se reuniu com o prefeito Luiz Irineu Schenkel, que o apoia, como também com a Oase, entidade mantenedora do Hospital Nova Petrópolis.
Martin, que é fisioterapeuta e ex-secretário da Saúde, comenta que não está totalmente a par da situação da casa de saúde, mas trabalhará em conjunto com o poder público para construir um hospital com cada vez mais qualidade. “Vou trabalhar para que o hospital faça parte de um sistema único de saúde”, explica. A previsão, segundo Wissmann, é que assuma o cargo a partir do dia 16 de maio, já que Márcio Schumann dos Santos permanece na função até dia 14 de maio. “Acima de tudo vamos continuar trabalhando com transparência, principalmente no que se refere às contas do hospital”, explica.

SENADOR REQUEIJÃO E O TAPA BOCAS PESSOAL

Requião se compara a Cristo e diz que "perdeu a paciência".  Esses homens já estão fora de uso por serem arcaicos. Toda essa geração de "políticos" estão fora do tempo, com a exceção de alguns homens que, quando falam, exalam o cheiro do perfume  atual. Quanto ao Sarney, sem comentários... Movcc/Gabriela



E AS MENTIRAS PETISTAS CONTINUAM, AGORA COM O BEBADO ACOMPANHANDO A RAINHA MUDA

No Globo:
Com a ajuda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente Dilma Rousseff usará o tempo partidário do PT no rádio e na tevê para responder às criticas do PSDB, que, em seu horário, centrou fogo nos riscos de o país  passar por um vexame na Copa de 2014 e  na Olimpíada de 2016 por causa de um possível apagão de infraestrutura. Nos filmetes de 30 segundos já gravados, sob a supervisão do marqueteiro João Santana, Dilma e Lula vão detalhar os investimentos feitos pelo governo, principalmente na área de aeroportos e obras para construção de estádios.
Os filmetes começam a ser veiculados no próximo sábado e antecedem o programa semestral de 15 minutos do PT no rádio e TV. A presidente Dilma falará também sobre o Plano Nacional de Erradicação da Miséria.
Por Reinaldo Azevedo

HNP - O SUS NÃO É TÃO VILÃO COMO DIZEM

MÊS DE REFERENCIA FEVEREIRO

Exercício  2005  2006  2007  2008  2009  2010  2011

Internações: 18.292,99  16.284,49  11.570,76  22.038,92  24.021,31  27.873,87 34.874,37

Ambulatório: 5.304,34  5.326,82  7.250,96   8.831,99  8.795,59  11.120,53 11.453,04

Total: 23.597,33  21.611,31  18.821,72  30.870,91  32.816,90  38.994,40  46.327,41

Fonte de coleta de dados
www.saude.rs.gov.br

Dilma busca, desesperadamente, empresas interessadas em construir "puxadinhos" em aeroportos.

 No Maranhão, os puxadinhos aeroportuários da Infraero já são o must!

O vídeo que você pode assistir aqui, com longa entrevista de um técnico do IPEA, é claro: para resolver o problema da Copa 2014, não há mais tempo. Sugere instalações provisórias nos aeroportos. Terminais improvisados com acesso remoto, ou seja, de onde os passageiros virão caminhando ou em ônibus. Só faltou desenhar a única solução viável: construir os velhos e bons puxadinhos. E o mais grave: informou que 17 entre os 20 maiores aeroportos brasileiros já estão acima de 80% da capacidade, em nível de saturação. E que o que será feito agora é para resolver os problemas de agora, sem nem pensar em Copa 2014. Portanto, as licitações que o governo vai abrir em seguida atrairão menos construtoras e mais montadoras de feiras e eventos. E terminais vão acabar virando puxadinhos.