Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

quinta-feira, 28 de junho de 2012

As Mentiras do Aquecimento Global - Luiz Carlos Molion - Programa 3A1-HD

Disparates da política [artigo por Marlon Adami]

Disparates da política [artigo por Marlon Adami]

Cavaleiro do Templo: Mapeando e estudando as provocações de parquinho d...

Cavaleiro do Templo: Mapeando e estudando as provocações de parquinho d...:   LUCIANO AYAN Imagine que em um dado momento do debate o seu oponente desista completamente do debate e parta para a provocação como oco...

IMB - O que realmente é o fascismo

IMB - O que realmente é o fascismo

IMB - O que a medicina soviética nos ensina

IMB - O que a medicina soviética nos ensina

PETISMO FORMATANDO A URSS DA AMERICA LATINA!!!


Tem coisas que acontecem que poucos brasileiros ficam sabendo. Veja a barbaridade abaixo.
LEI Nº 12.679, DE 25 DE JUNHO DE 2012
DOU de 26/06/2012 (nº 122, Seção 1, pág. 8)
Autoriza o Poder Executivo a doar 4 (quatro) aeronaves H-1H à Força Aérea Boliviana.
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º - Fica o Poder Executivo, por intermédio do Ministério da Defesa, autorizado a doar à Força Aérea Boliviana 4 (quatro) aeronaves de fabricação americana, tipo H-1H IROQUOIS, acionadas por motor Lycoming T53-L13B, matrículas 8659, 8533, 8657 e 8666, com os respectivos números de série 13843, 3205, 13024 e 13500, do acervo da Força Aérea Brasileira.
Art. 2º - As aeronaves serão doadas no estado em que se encontram, e as despesas com seu traslado correrão às expensas da Força Aérea Boliviana.
Art. 3º - A doação de que trata esta Lei será feita mediante termo lavrado perante o chefe do órgão competente do Comando da Aeronáutica.
Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Brasília, 25 de junho de 2012; 191º da Independência e 124º da República.
DILMA ROUSSEFF
Celso Luiz Nunes Amorim
Antonio de Aguiar Patriota

http://www.midiasemmascara.org/artigos/direito/13183-sobre-o-espirito-do-projeto-do-novo-codigo-de-processo-civil.html

http://www.midiasemmascara.org/artigos/direito/13183-sobre-o-espirito-do-projeto-do-novo-codigo-de-processo-civil.html

LIBERTATUM: Câmara aprova 10% do PIB para a educação: agora si...

LIBERTATUM: Câmara aprova 10% do PIB para a educação: agora si...: Direcionamento forçado de significativos 10% do PIB para atender exclusivamente a área da educação somente tenderá a abrir a caixa d...

O que significa realmente o conflito na Síria

O que significa realmente o conflito na Síria

terça-feira, 26 de junho de 2012

Mídia Sem Máscara - A exposição do comunismo de Bella Dodd

Mídia Sem Máscara - A exposição do comunismo de Bella Dodd

Mídia Sem Máscara - A exposição do comunismo de Bella Dodd

Mídia Sem Máscara - A exposição do comunismo de Bella Dodd

O MASCATE

O MASCATE

A situação na Zona do Euro é catastrófica

A situação na Zona do Euro é catastrófica

Cavaleiro do Templo: TEXTO DA IMPRENSA DO CANADÁ SOBRE DILMA ROUSSEFF

Cavaleiro do Templo: TEXTO DA IMPRENSA DO CANADÁ SOBRE DILMA ROUSSEFF:   UPEC BRASIL TERÇA-FEIRA, 10 DE ABRIL DE 2012 Tradução de Francisco Vianna Logo abaixo está o texto em inglês a que se refere o título,...

Cavaleiro do Templo: A camuflagem da camuflagem

Cavaleiro do Templo: A camuflagem da camuflagem:   MÍDIA SEM MÁSCARA ESCRITO POR OLAVO DE CARVALHO | 21 JUNHO 2012 ARTIGOS - MOVIMENTO REVOLUCIONÁRIO Após ter sido oficialmente impugnada...

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Rio 20 e o ecoterrorismo

Rio 20 e o ecoterrorismo

O dia em que Stalin surtou

O dia em que Stalin surtou

Lulla na Igreja....mas no foi na Universal do Chopp Eterno!

LULA NA IGREJA


Lula vai a uma igreja e se ajoelha na frente de Jesus crucificado, rezando:
Lula: - Jesus, estou totalmente arrependido e gostaria de redimir meus pecados.
 
Jesus: - Está bem. Que tens feito?
Lula: - Depois de oito anos no governo, deixei meu povo arruinado e na miséria.
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: - Também traí o povo e meu partido, que me deram apoio e, quando precisaram de mim, dei-lhes as costas. Expulsei do partido os Verdadeiros petistas!
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: Economizei verbas da saúde, educação, moradia, conservação de estradas, pesquisas científicas, tudo para encher os cofres do PT. Mandei comprar toalhas e lençóis importados, de linho egípcio, para o Palácio Alvorada e Granja do Torto. Enchi os depósitos do palácio com todos os tipos de bebidas caras.
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: Comprei um avião a jato novo, importado, dando emprego para estrangeiros e não para os brasileiros que trabalham na Embraer. É que, receber mala preta da Embraer ia dar zebra . Protegi as maracutaias do Zé Dirceu, do Waldomiro e do tesoureiro do partido. Comprei votos de Deputados e senadores com liberação de verbas de emendas deles ao orçamento.
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: Arregacei com os velhinhos, cobrando novamente dos aposentados a contribuição previdenciária, sem qualquer contra prestação do Estado para eles. Comprei o apoio da Rede Globo com liberação de financiamento pelo BNDES, para eles pagarem dívidas vencidas, negocinho de pai para filho com o dinheiro do povo. Coloquei o protetor de marginais Tomás Bastos Como Ministro da Justiça.
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: Protegi os delinqüentes do MST e dei apoio às invasões do MST para desestabilizar a democracia e tentar dar um golpe e assumir como o Fidel. Agora não sei como fazer para parar aquele bando de bandidos. Dei apoio ao Hugo Chavez, o maior bandido da América Latina.
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: - Protegi o Meirelles e o presidente do Banco do Brasil quando a imprensa apurou as realidades sobre as delinqüências dos dois.
Jesus: - Dê graças ao Pai! 
Lula: - Mas, Jesus, estou realmente arrependido e a única coisa que o Senhor tem para me dizer é: "dê graças ao Pai"?
Jesus: - Sim, agradeça ao Pai que estou aqui pregado na cruz, porque senão desceria dela para te encher de porrada, seu ignorante, analfabeto, deslumbrado, traidor, ladrão, sem vergonha, mentiroso, golpista, corrupto, aproveitador ... Vai trabalhar vagabundo!

Nota: Quem receber esta corrente tem obrigação ética e cívica de retransmiti-la ao menos para 10 amigos. Se esta corrente não continuar o Lula será eleito, depois do desgoverno de sua “protegida”.Garotinho será novamente governador, o Jader Barbalho vai voltar à presidência do Senado e Marta Suplicy continuará na política.
A maioria se esquece que um dia teremos que prestar conta.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Die Prinzen - Deutschland (English Sub)

OFFICIAL Israel "IZ" Kamakawiwoʻole - "What A Wonderful World" Video

OFFICIAL - Somewhere Over the Rainbow 2011 - Israel "IZ" Kamakawiwo'ole

DJ MARLON: SET LANÇAMENTOS JUN 2012

DJ MARLON: SET LANÇAMENTOS JUN 2012: LINK PARA DOWNLOAD http://www.4shared.com/mp3/9OJ_RdDK/SET_LANAMENTOS.html?

Mídia Sem Máscara - Esquerdismo e bruxaria intelectual

Mídia Sem Máscara - Esquerdismo e bruxaria intelectual

IMB - O que é o dinheiro, como ele surge e como deve ser gerenciado

IMB - O que é o dinheiro, como ele surge e como deve ser gerenciado

▼ DJ Marlon - set jun 2012

▼ DJ Marlon - set jun 2012

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Juros e economia desestruturada

Juros e economia desestruturada

O “fascismo gay” em implantação no Brasil



Félix Maier
 
Publicação original: Usina de Letras, em 26/05/2011

“Tudo para o Estado, nada contra o Estado, ninguém fora do Estado” (Benito Mussolini).

Desde o advento da “Nova República”, observa-se um contínuo progresso do Brasil em direção a uma sociedade comunofascista. A estratégia para atingir tal objetivo pauta-se numa revolução silenciosa, não perceptível pela maioria da população brasileira, a qual se encontra dopada pela doutrinação socialista maciça hoje presente em todos os setores da sociedade: ONGs, organizações comunitárias, associações de moradores, organizações religiosas, partidos políticos, sindicatos, associações profissionais, corporações privadas sem finalidades lucrativas, organizações societárias (membros, sócios), e todas as formas de organizações e instituições privadas, como fundações, escolas, universidades, centros de pesquisas e a organização material da cultura (cinema, TV, revistas, jornais, editoras, meios de comunicação de massa etc.), além de empresários que, de repente, se descobriram “socialistas”.

A doutrinação socialista nas escolas e nas universidades brasileiras se dá de forma escancarada. Livros de História e Sociologia tecem elogios às Revoluções Russa e Cubana, e fazem críticas sem fim à economia de mercado, ou seja, ao capitalismo. “Um outro mundo é possível” repetem os opositores da globalização no Fórum Social Mundial, todos eles, paradoxalmente, muito bem inseridos na globalização que marotamente dizem combater. Expoentes daintelligentsia nacional, como os “intelectuais orgânicos” da USP, Unicamp e UnB, louvam Fidel Castro e Che Guevara, que destruíram Cuba, e satanizam Augusto Pinochet, que criou o moderno e pujante Estado chileno. A mesma satanização é dirigida contra os governos militares da América Latina que impediram a implantação do comunismo. Nas escolas não se ensinam humanidades, nem ciência social, apenas ideologia socialista, como vem alertando o site Escola Sem Partido. Nem por nada que há mais antiamericanos no Brasil do que na islâmica Indonésia.

Quem promove essa eficaz revolução socialista é, principalmente, o Partido dos Trabalhadores (PT), que prepara um suave caminho para a implantação do que poderíamos chamar de “fascismo gay”, um sistema totalitário híbrido, com base nos ensinamentos de Marx e Mussolini, e com o tempero de Antonio Gramsci e sua concepção de “guerra de movimento” ou “revolução permanente”, adotada pelos esquerdistas nos Estados democraticamente fracos, como o Brasil (em oposição à “guerra de posição”, contra Estados democráticos fortes). Afinal, se alguém entendia de fascismo, essa pessoa era Gramsci. De preferência, sem necessidade de derramamento de (muito) sangue, como ocorreu na Itália dos fascie dos balilas – ainda que tenhamos os cadáveres insepultos de Celso Daniel e oito testemunhas, todos assassinados em série, em uma história nebulosa que o PT quer esquecer o mais rápido possível. “Fascismo gay”, aqui, não tem o sentido de “homossexual fascista”, embora eles existam, em movimentos gayzistas heterofóbicos que pretendem aprovar uma lei especial, dita anti-homofóbica, tentando criar mais uma etnia privilegiada (como as privilegiadas etnias indígenas e quilombolas), a etnia pink. “Fascismo gay”, neste texto, significa apenas “fascismo alegre”.

O “fascismo gay” pode ser comprovado com a co-optação de todos os setores da sociedade, os quais, “alegremente”, se deixam seduzir pelo modelo petista, obtendo todo tipo de benesses governamentais, como bolsas variadas – os currais eleitorais para o Partido se perpetuar no poder. Sem oposição no Parlamento e com “militantes” até dentro da Suprema Corte, como os petistas Carlos Ayres Britto e José Antonio Dias Toffoli, o PT se vale de suas falanges totalitárias para transformar o Brasil numa República Socialista: MST (o “braço armado” do PT), CUT, CPT, CNB do B, PC do B, o refundado PCB, PSTU, PSB, UNE, UBES, todos com o apoio irrestrito do Sistema Globo de PTvisão, especialmente na pessoa do âncora “orgânico” Mr. Bibi (Bill Bonner) e nas charges do pelego do humor petista, Chico Caruso. E do apoio de setores do que ainda resta de “capitalismo” no Brasil, como a FIESP de Paulo Skaf (que se candidatou e perdeu as eleições pelo Partido Socialista Brasileiro), mais do que representados na figura do ex-vice-presidente de Lula, o falecido José Alencar, cujo Partido recebeu R$ 10 milhões do PT para fazer parte do Governo Central. E de Sílvio Santos, que emplacou uma novela chapa-branca maniqueísta no SBT, Amor e Revolução, em agradecimento ao governo pela solução do imbroglio PanAmericano.

O PT, ao chegar ao Poder Central, não se fez de rogado e criou dezenas de milhares de “cargos de confiança” para empregar seus filiados e aliados. Falo em “Poder Central”, porque a República Federativa do Brasil existe apenas no papel e tudo gira em torno da Nossa Grande Guia em Brasília, Dilma Rousseff, que exerce o poder absolutista de His Majesty the President of Brazil, como um gringo já escreveu. Além do Poder Total, a igreja petista transformou-se no partido mais rico do planeta, ao receber religiosamente o pagamento mensal do dízimo de seus “fiéis” instalados em pontos-chave da máquina federal. Não importa se o “aspone” petista conhece ou não o trabalho técnico de sua pasta, como o “avatar” de José Genoino instalado no Ministério da Defesa por Jobim das Selvas. O que importa é o everest de dinheiro arrecadado para o Partido dos Talibãs.

Logo depois de eleito, Lula foi garoto-propaganda do Banco de Minas Gerais (BMG), enviando 10 milhões de cartas para aposentados e pensionistas de todo o Brasil, para fazerem empréstimos consignados a juros de pai para filho. Quanto o PT arrecadou com essa “consultoria” do ex-presidente e tirou um banco nanico do anonimato? Segundo o Ministério Público Federal, o Banco Mensalão do Governo (BMG) e o Banco Rural foram avalistas da farsa de dinheiro “emprestado” ao PT via valério-delúbio-duto. Não se sabe quanto o Mensalão Petista arrecadou com essa triangulação heterodoxa, mas todos já sabem que o processo contra os “40 ladrões” no STF terminará em pizza, só não se sabe se terá o paladar do queijo minas da terra de José Dirceu ou o sabor de calabresa da máfia italiana. Hoje, muitos times de futebol ostentam o BMG em suas camisas. Vai chegar o dia em que todos os 20 clubes da Primeira Divisão trarão o medalhão petralha no peito...

Apesar da horrenda corrupção que foi o Mensalão Petista, Lula se reelegeu para presidente. Na prática, Lula e os petistas enrolados se tornaram inimputáveis, assim como são inimputáveis as crianças, os índios e os loucos. Assim como é inimputável também Antonio Palocci, chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff, que em quatro anos multiplicou por 20 seu patrimônio e acha que não deve explicações à sociedade. Punido foi apenas o caseiro Francenildo, que sofreu quebra de sigilo bancário, por interferência de Palocci, e que está sem emprego até hoje. Mais uma prova de que o “fascismo gay” tudo pode neste País.

Como diz o refrão, “o brasileiro (petista) não desiste nunca” em seu afã de implantar o socialismo no País, está no seu DNA, pois não existe ex-comunista, assim como não existe ex-prostituta. Como exemplo, podemos citar os planos petistas no primeiro governo Lula, como o Conselho do jornalismo, que pretendia promover a censura nos jornais e revistas, e a famigerada Ancinav, que tinha como meta aperfeiçoar o Estado fascista, com controle absoluto sobre toda a produção audiovisual. Recebendo bordoada de jornalistas e escritores, por enquanto esses atos stalinistas foram guardados no freezer, para serem novamente requentados no micro-ondas mais adiante.
Outra investida fascista do PT foi a apresentação de uma cartilha “politicamente correta”, confeccionada pelos “cabeças-chatas” da Secretaria Especial de Direitos Humanos. A cartilha, verdadeira “língua de pau”, apresentou um dicionário de palavras julgadas ofensivas, que não deveriam ser usadas pela população, um index verborum prohibitorum digno dos tempos da Santa Inquisição. Segundo a cartilha orwelliana, “bicha” e “sapatão” deveriam ser riscados do vocabulário popular para dar lugar a “entendido”.

O Brasil, hoje, é uma China às avessas. O país asiático ainda mantém o tirânico regime político comunista, porém abre-se aos poucos à economia de mercado, com a instalação de inúmeras indústrias em diversas partes de seu território. O Brasil, ao contrário, com um sistema econômico apelidado de “capitalista”, promove a comunização do campo, com a criação de inúmeros assentamentos do MST, cópia fiel dos sovietes instalados na antiga União Soviética. Somente durante o governo FHC, um Paraná inteiro foi doado aos revolucionários do messetê. Quanto mais terras recebe, mais terras exige a “guerrilha desarmada”, não sossegando enquanto não for dona de todas as terras do Brasil. A relativização do direito de propriedade rural havia sido inserida na socialistoide Constituição de 1988 e se aprofundou no governo petista, que apresentou projeto de ainda mais fustigar o produtor rural, ao exigir do agronegócio uma produtividade que fazenda alguma do mundo jamais conseguirá alcançar.

Um projeto de sucesso, elaborado pelas esquerdas, com o PT à frente, foi a virtual liquidação de nossas Forças Armadas. Durante a Constituinte, o bloco canhoto tentou tirar as prerrogativas das Forças Armadas, no que concerne à garantia dos poderes constituídos, da lei e da ordem. Por quê? Simples. As Forças Armadas sempre impediram que os comunistas se apoderassem do poder no Brasil. Foi assim em 1935, quando o agente moscovita-brasileiro Luiz Carlos Prestes detonou a Intentona Comunista. Foi assim em 1964, quando as Forças Armadas deram um basta na dupla baderneira e incendiária Jango-Brizola, e derrotaram grupos terroristas que pretendiam transformar o Brasil numa Cuba continental. Será sempre assim, pelo menos enquanto nossas Forças Armadas tiverem a mínima força e prerrogativas para tanto. E um Castello Branco para comandá-las.

Por isso, é fácil entender por que as Forças Armadas estão sendo sucateadas, vilipendiadas, caluniadas, perseguidas pelo revanchismo esquerdista, como são os casos das indenizações milionárias concedidas a terroristas e familiares de terroristas, e a tentativa de mudar a Lei da Anistia para apenas processar os militares e agentes de Segurança que combateram os comunistas. O revanchismo mais recente está no projeto de criação da Comissão Nacional da Verdade - o Pravda tupininiquim -, a qual, controlada por esquerdistas, não passará de uma “Comissão da Calúnia”, como muito bem definiu o general Maynard Marques de Santa Rosa. Apenas para lembrar: Pravda, em russo, significa “verdade”.

Por que a Comissão não chama para depor todos os terroristas e guerrilheiros de esquerda, além dos militares? Para começar, por que não chamar também a antiga terrorista da VAR-Palmares, Dilma Rousseff? Ela, com certeza, tem muito o que contar sobre atos terroristas, assassinatos, “justiçamentos” de kamaradas, assaltos a quartéis e casas d’armas, o roubo do cofre de Adhemar de Barros, quando foram “expropriados” mais de US$ 2,5 milhões, enfim, toda a bandidagem cometida por sua organização criminosa. Mesmo que Dilma Rousseff, quando estava escondida como ratazana nos esgotos dos “aparelhos” terroristas, tenha apenas servido cafezinho para os “companheiros d’armas” (apud José Dirceu), ela tem, também, as mãos sujas de sangue e ponto final.

Enquanto isso, líderes petistas são íntimos das FARC, acusadas de terem fornecido cinco milhões de dólares para a campanha presidencial de Lula. Faz sentido. Tanto o PT, quanto as FARC (também o IRA irlandês, o ETA basco, o MIR chileno), fazem parte do Foro de São Paulo, organização criada por Fidel Castro e Lula da Silva, para “conquistar na América Latina o que foi perdido no Leste europeu”. Por isso, até hoje, o PT se nega a reconhecer as FARC como grupo terrorista, como pediu o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe em visita a Brasília. E-mails obtidos dos computadores de Raul Reyes, morto na selva equatoriana, comprovam as relações íntimas das FARC com Hugo Chávez, Rafael Correa e notórios petistas. O “fascismo gay”, como de costume, não deve explicações ao povo brasileiro.

Antes de tomar o poder central, o PT pedia CPI para tudo. O PT, com um golpe espetacular, quando o araponga José Dirceu colocou a serviço dos talibãs petistas todo o seu poder de espionagem que aprendeu em Cuba, por meio do PTPol (Interpol do PT), tirou Collor da presidência, com a ajuda prestimosa das “orgânicas” OAB e ABI, que covardemente se calaram durante o Mensalão Lulano. Claro que foi um golpe, porque Collor foi posteriormente inocentado pelo STF, por falta de provas. Mas aí, Inês já era morta...

Qual o próximo plano a ser lançado pelos petistas, para concluir a implantação do “fascismo gay” no Brasil? Eu aposto que será o controle da internet, para que sites “desaforados” como oTernumaA Verdade SufocadaHeitor de Paola e o Mídia Sem Máscara e blogs como os de Veja e Notalatina sejam calados e seus articulistas metidos numa “leoneira” cubana.

Uma amostra do projeto bolivariano “Socialismo do Século XXI” de Hugo Chávez, Fidel Castro e esquerdistas em geral, que norteia as ações estratégicas do Foro de São Paulo, pode ser visto no texto de Viviana Padelin, Las fases del neocomunismo o socialismo de siglo XXI, disponível na internet. Dividido em três partes, esse projeto permite sabermos quais etapas já foram “queimadas” pelo “fascismo gay” brasileiro (Cfr.http://www.ternuma.com.br/ternuma/index.php?open=20&data=425&tipo=3).

Obs.: Este texto faz parte do livro BACABA II, de José Vargas Jimenez, o "Chico Dólar", herói da Guerrilha do Araguaia.
  

 

A DIREITA BRASILEIRA EM AÇÃO: STF independente?

A DIREITA BRASILEIRA EM AÇÃO: STF independente?: Circula pela internet a informação de que o STF anunciará sentenças do Mensalão na véspera do dia da Independência. Os ministros do STF...

A DIREITA BRASILEIRA EM AÇÃO: Dilma não parece entender o que acontece na econom...

A DIREITA BRASILEIRA EM AÇÃO: Dilma não parece entender o que acontece na econom...: O jornal O Estado de São Paulo tem insistido muito nas confusões que a presidente Dilma Roussef vem produzindo, todas elas ligadas a sua ...

terça-feira, 12 de junho de 2012

sexta-feira, 8 de junho de 2012

O Euro na tempestade

O Euro na tempestade

Não é crime negar a existência do holocausto


Cada vez mais podemos observar como toda classe acadêmica, principalmente juristas, se indignam contra a idéia prepotente de certos grupos de interesse que visam ceifar a liberdade de discussão em torno do suposto genocídio que teria sido perpetrado contra a população de judeus europeus durante a Segunda Guerra Mundial.
Ainda existem pensamentos razoáveis
A 2 de março de 2009, apareceu na revista Consultor Jurídico, o artigo intitulado “Não é crime negar a existência do holocausto”, de autoria do advogado Fábio Tofic Simantob. No artigo, o profissional de Direito abordou o episódio em torno das declarações do bispo Richard Williamson, que contrariavam de forma contundente a versão “oficial” sobre o holocausto.
O artigo original pode ser lido aqui e destacamos a feliz colocação do advogado, ao apontar com precisão que
“Em pleno século XXI não podemos admitir o crime de opinião, por mais vil e torpe que possa ser a ideia manifestada.”
Sendo um relato baseado apenas nos depoimentos altamente suspeitos dos detentos, e também dos funcionários dos campos de concentração, onde muitos destes alemães sofreram todo tipo de tortura física e psicológica para endossar a versão dos vencedores da guerra, a lenda estapafúrdia das câmaras de gás homicidas não consegue sobreviver à mínima análise racional e criminalística.
Portanto, estamos totalmente de acordo com o jurista:
“Não há melhor antídoto contra as ideias estapafúrdias do que o debate, amplo, aberto e democrático. As verdades históricas, assim como os fatos da natureza, estão aí para serem contestados, basta que se apresentem argumentos convincentes, capazes de infirmar as verdades pré-existentes.”
A íntegra do artigo foi publicada originalmente em nosso portal a 04/03/2009, porém, no início de junho de 2012, o advogado nos solicitou gentilmente para que sua publicação fosse excluída do portal inacreditável.com.br.

Íntegra do artigo publicada em nosso site até o início de junho de 2012
Como não nos foi fornecido qualquer motivo para tal solicitação, acreditamos que isso deve ter acontecido por pressão do politicamente correto (o leitor pode imaginar aqui aqueles atos derivados da ordem hipócrita dos dias atuais), pois o título do artigo no site do Conjur foi modificado para “Contra ideias estapafúrdias melhor antídoto é o debate”.
Gostaríamos apenas de alertar o nobre advogado para um rastro do “crime” ainda presente em seu site: na seção de “publicações”, podemos ler o antigo título do artigo discutido aqui – NR

Título original do artigo ainda transpira na rede…
Será que o pucano Dr. Tofic tem ciência de que seu corajoso e louvável artigo também foi citado nas referências da franciscana monografia Malleus Holoficarum? Desejaria ele igualmente se desvencilhar desta menção contida em um trabalho acadêmico “politicamente incorreto”, mas aclamado na mais tradicional faculdade do país? – NR


Fonte: http://inacreditavel.com.br/wp/nao-e-crime-negar-a-existencia-do-holocausto/

quinta-feira, 7 de junho de 2012

A economia das falácias



O governo brasileiro vem promovendo uma verdadeira marcha à ré em termos de intromissão nas liberdades individuais e econômica. A "coisa" chega a impressionar pela intensidade, pela atrocidade e — naturalmente — pela necedade (um eufemismo para burrice). Semanalmente, para não dizermos diariamente, somos surpreendidos por medidas governamentais que nos fazem pensar que voltamos à metade do século passado, àquele período em que ainda se acreditava que as teorias ditas "desenvolvimentistas" da Cepal poderiam produzir resultados bons. Haja paciência!
Neste artigo, vamos apenas mencionar algumas falácias que serviram de base para muitas dessas medidas, ressaltando a tristeza com que escrevemos isso, já que coisas assim deveriam fazer parte apenas de livros de história, para servirem como exemplo daquilo que não deve ser feito.
A primeira é a ideia de que A é pobre porque B é rico, A e B podendo ser pessoas, regiões, países, etnias, gêneros, etc. Tal bobagem, derivada da teoria da exploração de Marx, simplesmente desconhece (ou finge desconhecer) que a história é dinâmica. Conduz, por exemplo, à política externa do PT, que parece guiada por um pretenso teorema, segundo o qual o somatório das pobrezas seria igual à riqueza...
A segunda deriva da primeira. É a crença de que a tributação deve ser "progressiva", algo como um "corolário ou lema de Robin Hood"...  Ora, todo e qualquer tributo nada mais é do que uma extorsão praticada por um agressor, no caso, o estado, contra cidadãos e empresas. Se você é rico, a agressão deverá ser maior do que se você for pobre, segundo os gênios que defendem essa teoria (e não são poucos). Se assim é, para quetrabalhar ou empreender para ser rico, então? Mas essa pergunta não passa pela cabeça dos que acreditam nesse conto da floresta de Sherwood...
Estas duas primeiras falácias ilustram perfeitamente como é grande a ignorância a respeito das causas da riqueza, que são as recíprocas das causas da pobreza, bem como a absoluta falta de compreensão de que a economia não é um jogo de soma zero.
Uma terceira falácia é a ideia de que a legislação trabalhista e seus penduricalhos, como o salário mínimo, os encargos e os sindicatos protegem os trabalhadores, o que, em um governo que tem nos sindicalistas uma de suas bases de apoio, tem sido levado às últimas consequências. Na verdade, como escreveram Mises, Rothbard, Hayek e praticamente todos os austríacos, essa legislação apenas prejudica os trabalhadores, além de provocar desemprego.
A quarta é que políticas industriais seriam boas para o crescimento da economia. Ora, essas políticas nada mais representam do que escolhas, por parte dos que detêm o poder, de quais setores serão beneficiados e, consequentemente, de quais serão prejudicados. Além disso, partem do pressuposto teórico de que os burocratas são mais bem informados do que o processo de mercado, para ditarem quais setores são merecedores da ajuda do governo e quais devem ser punidos. Claramente, é um convite a lobistas, um desvio da função empresarial e um convite à corrupção.
A quinta é que o protecionismo é bom para enfrentar a concorrência estrangeira. Sem dúvida, esta é uma proposição que mostra que o mercantilismo está mais vivo do que nunca. Querem que você, consumidor, compre, digamos, um carro ou um computador produzido no Brasil, de qualidade duvidosa e preço exorbitante, quando poderia comprar um modelo importado, melhor e mais barato. Ou que voe em duas empresas que oferecem serviços precários e cobram caro, quando poderia voar em outras empresas estrangeiras, com serviços melhores e mais baratos. Sua opção restringe-se a: aceita uma balinha ou uma barra de cereais, senhor?
A sexta é que exportar é "bom" e importar é "ruim", tolice que equivale a afirmar que "vender é melhor do que comprar". Haja paciência para suportar tanta ignorância. Em artigo recente, Leandro Roque mostrou a situação ridícula criada pela Receita Federal, que resolveu intensificar a fiscalização nos aeroportos internacionais brasileiros, para evitar que tragamos produtos de "alta periculosidade para a segurança nacional", como computadores, camisas, vinhos e outros produtos de qualidade superior e que podem ser comprados a preços baixos no exterior. A falácia de que comprar é ruim e vender é bom é, pura e simplesmente, mais um exemplo de mercantilismo regado a teorias "macroeconômicas" de sabor keynesiano. Ou seja, duas bobagens em uma!Mamma mia, será que esses caras não conseguem perceber que países não compram e nem vendem nada? Que quem faz isso são pessoas físicas e empresas? E que, em transações livres, quem compra sai satisfeito, assim como quem vende? Ah, o déficit externo, dirão alguns... Caramba, que se dane o déficit (ou o superávit) externo das "contas nacionais", até porque, se a taxa de câmbio for flutuante, a tendência é que eles sejam eliminados!
Uma sétima falácia vem sendo usada para sustentar diversos pacotes do governo desde o segundo mandato de Lula: a de que as políticas de estímulos ao consumo seriam ótimas para o crescimento da economia e, de tabela, para esconjurar a maldita "crise internacional". Ora, assim como Esaú, que trocou os privilégios de sua primogenitura por um mero prato de lentilhas, essas políticas conseguem no máximo proporcionar um boomartificial, logo seguido por recessão ou por uma mistura de recessão com inflação, conforme a Teoria Austríaca dos Ciclos Econômicos (TACE) não se cansa de ensinar. 
Uma derivada dessa falácia é a crença de que o governo é que deve determinar qual deve ser a taxa de juros. E que, se a presidente do país obrigar os bancos oficiais a reduzirem os juros (leia-se, a trabalharem no vermelho), os bancos privados também reduzirão suas taxas de juros. Aquela senhora de Brasília parece desconhecer, primeiro, as verdadeiras causas das altas taxas de juros no Brasil (déficit público, inadimplência, elevada taxa de recolhimento compulsório e altos impostos); segundo, que as taxas reais de juros não obedecem a comandos ou ordens de alguma "sargentona", mas sim a forças de demanda e oferta de fundos; e terceiro, que se pode perfeitamente levar um cavalo até a beira de um rio, mas não se pode obrigá-lo a beber água... Por fim, mostra também absoluto desconhecimento da TACE — o que não é de se estranhar. Juros artificialmente baixos hoje significam necessariamente juros altos amanhã, cara senhora!
Finalmente, a falácia mãe, a de que o estado deve ser o "indutor" do crescimento. Com certeza, os mercados são "burros" e os burocratas iluminados... para quem acredita nisso! Além disso, o conhecimento dos burocratas das circunstâncias de tempo e lugar é infinitamente superior aos dos agentes individuais... Ah, quanta pretensão! Não precisamos mais do que um argumento para rebater prontamente essa falácia: quando alguém lhe disser isso, reaja perguntando a seu interlocutor se ele conhece algum exemplo de economia que conseguiu se desenvolver sob a tutela do estado. Fale da antiga URSS, de Cuba, do caos que está vivendo a Venezuela, da ilusão que foi a Suécia. Enfim, há dezenas de exemplos para refutar essa bobagem estatista.
Dói saber que a economia do Brasil vem progressivamente, sob a batuta do PT, submergindo nessas falácias e nas políticas que elas geram. Vamos precisar, depois, de décadas para consertar tantas asneiras...
Estamos em plena era da economia das falácias. Sinceramente, eu não aguento mais!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Cavaleiro do Templo: Seria Colombo um judeu secreto? Historiadores afir...

Cavaleiro do Templo: Seria Colombo um judeu secreto? Historiadores afir...:   JULIO SEVERO 6 de junho de 2012 Estudiosos acreditam que Colombo era um “marrano”, um cristão-novo que professava secretamente o judaí...

LEGIO VICTRIX: A Doutrina do Estado no Pensamento de Julius Evola...

LEGIO VICTRIX: A Doutrina do Estado no Pensamento de Julius Evola...: Por Juan Estaban Villaroel  A problemática constante no pensar de toda filosofia Política acerca da natureza, origens, fund...

LEGIO VICTRIX: Crédito Social: Reforma Distributista do Sistema F...

LEGIO VICTRIX: Crédito Social: Reforma Distributista do Sistema F...: por Oliver Heydor O actual método de criação e distribuição de dinheiro na maior parte dos países pode ser considerado “capitalista”...

Marta Suplicy a bola da vez da prepotência Sebentobatraquiana.

Marta Suplicy a bola da vez da prepotência Sebentobatraquiana.

LIBERTATUM: Entenda a repercussão do Caso COC sobre o futuro d...

LIBERTATUM: Entenda a repercussão do Caso COC sobre o futuro d...: Importantíssimo para todos os blogueiros: O STF vai decidir, pela primeira vez, se uma ação de reparação de danos alegadamente causado...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

IMB - A economia das falácias

IMB - A economia das falácias

LEGIO VICTRIX: A Escola e a Política

LEGIO VICTRIX: A Escola e a Política: Por Alain de Benoist Penso que aquela corrente a que geralmente chamamos Esquerda ou Extrema-Esquerda, t...

INDECENCIA E IMORALIDADE POLITICA

A mediocridade politica ronda e avança numa velocidade astronomica nos ultimos tempos. Começou com Tiririca e Romario na Camara, aliança Collor e Sarney no Senado e obvio uma presidanta no poder.
Mas as indecencias politicas não ficam por aí....Ontem por exemplo, assistimos uma troca de favores entre Lulla e seu filhote propagandeando competencia e fazendo campanha antes do prazo legal de campanha, mas o eterno presidente, com pinta de chefão da mafia e caras e bocas que tenta intimidar e mostrar o que não é e nunca foi, se mantem cada dia mais.
E tais indecencias não ficam apenas nas bandalheiras dos pessimos politicos que querem se eternizar ou o avanço da praga corruptiva nacional....em pequenos municipios(Nova Petropolis/RS) assistimos a mesma decadencia e indecencia.....ano eleitoral é farpas e acusações que nada trazem a acrescentar, politicos sem ideologia e sem compromisso nenhum, apenas falaciando para adquirir o voto e depois fazer o minimo, quando faz, para cumprir um mandato e ter suas vantagens do cargo.
Comunistas de diversas alas brigam entre si para ter o poder e mamar nas tetas do contribuinte, que ingenuamente ou pela sua ignorancia e ingenuidade politica é enganado e paga caro para essa guerra de egos marxistas se perpetuem de maneiras diferentes mas sempre com o mesmo objetivo....Exemplo: Ricardo Lawrenz(PTB, partido de ordem marxista moderada) sendo criticado por Roberto Kehl(ex prefeito, PMDB, partido marxista de linha revolucionaria, aliada do PT e com braço guerrilheiro até hj, o MR 8) que espetaculo patético.