Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

quinta-feira, 9 de junho de 2016

HAAAA, BRASILZÃO!!!!!


Há alguns meses, mais precisamente a partir do afã do impeachment e seus iluminados propagando a maravilha que seria ser enrolado pela classe esquerdista que domina o cenário politico, não mais me inspirei em escrever nada sobre assuntos de ordem politica.

Depois de campanhas, chamamentos e passeatas circenses pedindo o impeachment foi possível constatar que a sociedade brasileira ou foi deformada ou doutrinada.
A parcela de deformados se posiciona no cenário se omitindo de participar da politica ou simplesmente defende um legalismo que favorece quem tomou o cenário de assalto, no caso brasileiro, a esquerda, em sua terceira e bem sucedida, até o momento, tomada do poder.
A esquerda tomou o cenário politico esparramando inúmeros partidos de diversas correntes de esquerda ao longo dos últimos 30 anos, sufocando e tomando os espaços que poderiam e deveriam ser ocupados pela direita. Com a extinção da direita e a implementação dos discursos e agendas de esquerda, pautadas em Direitos Humanos, Programas Sociais e uma agenda econômica fadada ao fracasso, chegamos a um estagio que a Nova Republica Democrática Brasileira, se tornou uma ditadura esquerdista maquiada de democracia por manter uma pseudo liberdade e eleições comprovadamente fraudulentas.
Após duas tentativas de tomada de poder pela esquerda sufocada pelo sentimento nacionalista de Getúlio Vargas entre os anos 30 e 50 e dos comandantes militares com apoio de uma fatia de civis, como é de praxe a esquerda recua para o limbo para se reestruturar e ela voltou com força e com outra imagem para sua terceira investida, dessa vez, através da revolução cultural pautadas no Gramscismo, nas agendas subversivas de reconstrução social da Escola de Frankfurt e principalmente com o sócio construtivismo de Paulo Freire para criar a sociedade ideal para o socialismo a partir da base em sala de aula.

Revisionando a história nacional, invertendo valores, construindo uma nova moral social, assistimos a sociedade inerte e apática frente aos circos políticos de discursos vazios, muita corrupção e aparelhamento do Estado apresentando apenas algum modelo de esquerda para guiar o país. Estamos na fase de renovação do processo autofágico onde as linhas esquerdistas tradicionais que estiveram à frente do processo de socialização do país se mostram desgastadas, sem renovação dos quadros e atolada na corrupção que os alimentou para sua manutenção no poder e a frente do processo.
Esquerda tradicional de linha revolucionaria (PT), esquerda Social Democrata (PSDB e PDT), esquerda fisiologista (PMDB), já deram sua contribuição para o processo socializante, no momento ganham tempo para se fortalecer ou formar outro grupo que possa substitui-los no cenário E CONTINUAR A LUTA!
Subversão da sociedade com agendas frankfurtianas através do racismo, gayzismo e modinhas que utilizam a mídia e as artes são praticadas e hoje sem uma nova agenda a própria sociedade se sente órfão, falta algo novo pra consumir e se “modernizar”.
Entregar uma liberdade excessiva regada a muito sexo, deformando a língua pátria e criando a Novi língua, banalizando palavras chaves como democracia, liberdade, igualdade e transformando bizarrices e sandices em atos modernos, transformações sociais e principalmente democráticas.
Só podemos esperar um cenário caótico assim como os vizinhos venezuelanos vem passando nos últimos DOIS anos, para se tentar uma reação racional, pois a depender da sociedade como foi deformada e construída, a esquerda cozinhará muitos sapos em agua quente e manterão por muitos anos, décadas sua eterna luta pelo socialismo que nunca chega, pois se a luta acaba de que serve a esquerda? NADA!