Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

segunda-feira, 11 de julho de 2016

FGTS, INSS e Aviso Prévio - um assalto ao trabalhador, disfarçado de direito

FGTS, INSS e Aviso Prévio - um assalto ao trabalhador, disfarçado de direito: Todo político adora falar que defenderá os direitos dos trabalhadores custe o que custar, que jamais cederá, e que manterá os benefícios conquistados. A questão é: há realmente algum ganho para o trabalhador? Ou há apenas ônus? Na prática, ao impor encargos sociais e trabalhistas -- todos eles custeados pelo próprio trabalhador --, o governo está dizendo que sabe administrar melhor o dinheiro do que o próprio trabalhador. Mais ainda: se o trabalhador é obrigado a pagar por seus direitos, então ele não tem um direito, mas sim um dever. Os tais direitos trabalhistas nada mais são do que deveres impostos pelo governo ao trabalhador. E, para arcar com esses deveres, a maior parte do salário do trabalhador é confiscada já na hora do pagamento. Um funcionário trabalhando em regime CLT, com um salário contratado de R$ 1.200, custará efetivamente ao seu empregador 80% a mais do que o seu salário.