Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

terça-feira, 26 de outubro de 2010

FUHRER LULLA, DESCE DO POSTO E AFRONTA ATÉ A MEDICINA.

LUIZA SOUTO
FOLHA DO RIO

O médico Jacob Kligerman, que atendeu José Serra na última quarta-feira após o candidato à presidência ser hostilizado por manifestantes do PT em Campo Grande (zona oeste do Rio), recebeu hoje homenagens da Associação Comercial do Rio de Janeiro e de amigos num restaurante da zona sul.

O presidente da instituição, José Luiz Alquéres, aproveitou o momento para mandar um recado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.




"Presidente, tenha a grandeza de pedir desculpas ao dr. Jacob".

Oncologista especializado em cabeça e pescoço, Kligerman foi acusado por Lula de ter participado de uma fraude. Serra, amigo do médico há 40 anos, disse ter sido atingido na cabeça por um objeto pesado, como uma bobina de papel, e Kligerman recomendou que ele passasse por uma tomografia.

"Vou tomar todas as providências possíveis, pois fui ofendido no meu ato médico. Estou preparando junto com meu advogado, doutor Marcelo Cerqueira, um pedido de retratação do presidente", disse ele.

Com 46 anos de profissão, Kligerman afirmou que José Serra foi tratado como paciente e que seu único partido é um estilo de samba, o partido alto.

Para o candidato à vice-presidência, Indio da Costa (DEM), Lula usa o cargo para distorcer a verdade.

"O dr. Jacob tem décadas de profissão e é um médico muito respeitado. Ele não merece isso. Eu que levei o Serra no hospital e ele estava tonto. Foi uma agressividade do PT. A diferença entre Jacob e o Lula é que o doutor não usa o cargo dele para distorcer a verdade."

O ex-deputado Marcelo Cerqueira, advogado de Kligerman e candidato derrotado ao Senado pelo PPS, explicou como será o processo.

"Como duas redes de televisão mostraram versões diferentes do ocorrido, queremos saber se o presidente foi induzido ao erro. Então vamos interpelá-lo no STF para que ele diga qual a versão ele acha que é a correta. Se ele se retratar, acabou o assunto."

De acordo com o advogado, que explicou que entraria com a ação na próxima segunda-feira, Lula teria dez dias para responder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário